domingo, 30 de dezembro de 2007

Recuperação


Depois de passar o serão de dia 25 de Dezembro nas urgências do Hospital Francisco Xavier (entrámos às 19.15 e saímos às 23.10) e de já ter feito uma sessão de ginástica respiratória, aos poucos a bronquiolite vai-se embora. Deixa alguns estragos, nomeadamente a tosse, a falta de apetite e algum sono decorrente dos medicamentos que o M. ainda tem de tomar.


Para quem, como eu, é principiante nestas matérias, estejam atentos aos sinais desta doença viral, mais comum em bebés que frequentem infantários e que surge sobretudo nos meses mais frios:

- Febre baixa;

- Remelas esverdeadas constantes;

- Tosse seca;

- Dificuldade a respirar que se pode traduzir numa depressão do abdomen ou como no caso do M. (o mais grave) quando já faz covinha no pescoço.

Foi este último sinal que nos levou a tomar a decisão de ir para a urgência. Isto e o facto dele não andar a dormir bem nos últimos dias e de estar com um ar muito angustiado (olheirento, com um humor que não é o dele).
Na urgência, as crianças dificuldades respiratórias passam rapidamente para a triagem e daí para a observação.

Levou duas sessões de aerossol com Atrovent e Ventilan (com intervalo de meia hora) e uma dose de Celestone e é com isso que está medicado, mais o Nurofen.
Aconselho vivamente a ginástica respiratória, que apesar de não ser uma coisa bonita de se ver, ajuda-os muito a soltar as "gosmas"e a respirar melhor.
Feliz ano novo!




quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Bronquiolite não rima com Natal.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Ontem

Agarrei-me a um livro do Lobo Antunes; num ápice dei por mim já na página 111 e sem fôlego, isto porque até ali não me cruzei com um único ponto final, claro.
Uma mãe não tem energia para isto, como tal vou de férias, e a todos,

* * FELIZ NATAL * * *


oh joy, originally uploaded by supertatas.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Grandes Clássicos

Esta minha recente aquisição, encomendada pela internet (por não haver na Fnac) tem todos os clássicos dos nossos (rapaziada que nasceu nos idos 70's) tempos.
Cantadas pela Cândida Branca- Flor, produzidas pelo Carlos Paião (que Deus os tenha) e musicadas pelo grande Zé Nabo, as Cantigas da Minha Escola contam com êxitos como:





João Pestana
A Loja do Mestre André
Papagaio Louro
As Pombinhas da Catrina
O Balão do João



Sem artifícios, sem sonzinhos computorizados, apenas a cândida voz da Branca Flor :)



Tempo Chuvoso

Por favor

Truques para tirar e pôr o bebé no carro (saído do marsúpio) sem o molhar.
Como é que farão as pessoas com bebés nos países mais chuvosos ?? Será que usam isto?

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Abismal

O que fazem dois dentinhos apenas :)
nota: lindos e bons! estes babetes feitos pela Morgy


abismal, originally uploaded by supertatas.

Feliz Natal

A todos os nossos leitores e amigos, aqui vai a minha árvore deste ano, do mais anos 80 que consegui, com bolas e fitas e luzes de todas as cores, nada de modernices de bolas pretas e fitas brancas que o Natal do meu imaginário não é isso.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Este pequeno explorador

Andou a manhã toda a investigar e parece que se decidiu pelo Sahara :)


pequeno explorador, originally uploaded by supertatas.

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Era uma ideia gira

>>Isto<<, se não fosse um tanto ou quanto pirosito, hummm.
Com tanta mamã crafty-talented por aí; bem que podiam inventar algo mais jeitoso, não? :D

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

O nosso banho


o nosso banho, originally uploaded by supertatas.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

:)


quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Dois dentes

E um lábio rasgado.
os rapazes pah! tsc tsc

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Reunião de pais

Amanhã terei a minha primeira reunião de pais no infantário do M.
É para mim um momento solene, saber se ele se tem portado bem, se tem tido boas notas e se não se tem baldado às aulas.

sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Logo pela fresca

Lá fomos nós à consulta dos 6 meses.
Pela primeira vez usou os pensinhos emla, pus-lhos uma hora antes, e foi uma maravilha, nem sentiu as vacinas, esteve o tempo todo a rir-se e bem disposto, até demais!!; fez xixi em cima do médico, estava sempre a mexer-se em cima da balança a tentar sentar-se à força (quase que não se conseguia pesá-lo), atirou com as coisas que estavam em cima da mesa do doutor para o chão, rasgou o resguardo da marquesa... enfim
O plano alimentar não diverge em nada do que eu já lhe tinha vindo a fazer para tentar culmatar a falta de apetite (que o médico diz-me ser por causa dos dentes), mais diversificado, já com o iogurte, bolachas, leite nº2, carne etc e mandou-me lavar-lhe os dentinhos daquela maneira que já me havia sido recomendada :O
Continua fiel às suas curvas de percentis (mais comprido que gordo) e com um bocadinho mais de cabelo, anda mais simpático e risonho para as pessoas que não conhece, continua muito conversador, muito ginasticado e anda também a adquirir hábitos de leitura muito saudáveis.


leituras, originally uploaded by supertatas.


Como tal, e a pensar no futuro, já lhe estou a preparar um enxoval escolástico :')

a pensar no futuro, originally uploaded by supertatas.

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

E hoje

6 meses e um dente!

terça-feira, 27 de novembro de 2007

A logística diária
























Esta fotografia exemplifica o que é o dia a dia depois do jantar: preparar as sopas (normalmente duas) e as frutas para o M. levar no dia seguinte para o infantário. Depois de o deitar, lá vou tratar de cortar legumes, cozer e bater, descascar frutas e às vezes cozê-las.


Durante estes dias estive ausente porque o M. esteve doente. Um princípio de otite (acho que não chegou a instalar-se) e uma faringite, acompanhadas de muita tosse e mau humor, deixaram-nos de rastos. Lidei particularmente mal com esta primeira "doença" que apesar de saber que é bastante comum com o frio que está e num bebé que frequenta a creche, nos deixa numa preocupação muito grande. Não é só o sofrimento físico em que os vemos, a falta de apetite mas é sobretudo a alteração de humor. Ficou prostrado, em baixo, a pedir muito colo (coisa raríssima nele) e a sorrir muito pouco e isso sim, deixou-me em pânico. Nestes 4 ou 5 dias parecia (eu) um zombie, das vezes que me levantei de noite, da preocupação e de achar que todos os sintomas demoravam muito a passar.

Felizmente que agora já está melhor e anda num pico de boa disposição e de "conversa". Sentar-se não é muito com ele. Prefere estar de pé, agarrado pelos braços a dar saltinhos...vá-se lá perceber.

domingo, 25 de novembro de 2007

Volta e meia

E com uma regularidade que justifica este post, recebo e-mails e recebemos aqui comentários em posts atrasados a pedir o contacto do Dr Mário Cordeiro, ora nem a Sara nem eu o temos como pediatra - e dele temos apenas o Grande Livro da Criança, bem bom por acaso - como tal não o sabemos. Para ser sincera nunca o procurei muito embora já me sinta tentada a fazê-lo; porque me sinto muito impotente face a tanto pedido, embora tema que será tarefa díficil de outro modo não haveria por aí tanta mãe desesperada a pedi-lo, acho eu :/
Se entretanto alguém o tiver, então, por favor, divulgue-o! :)

edit:
ESCA -Espaço Clínico
Alameda D. Afonso Henriques, 9 – 4º Dtº 1900 – 178 Lisboa
Tlf: 21 812 17 43 Fax: 21 812 17 45

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Este pequeno

Minúsculo desajudante e companheiro de cozinha, pela primeira vez em cinco-meses-três-semanas-e-picos-dias, anda muito arisco e descomedido no que toca a horários e rotinas; a palrar e brincar às tantas da madrugada sem por isso dormir mais durante o dia.
Não sei a que tremendo despropósito vem isto agora, para mal da minha já enorme lassidão.


desajudante, originally uploaded by supertatas.

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

E pronto

A constipação degenerou em otite.

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Qual é

A parte do borrego que vocês dão aos vossos apêndices?

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Fins de semana

É nestes fins de semana que sei que tenho sorte, em poder saír de Lisboa e a uma hora de caminho, ter à disposição uma casinha em pedra, com lareira e tudo. Peixinho de Peniche grelhado pelo avô do M., ervilhas com ovos escalfados feitas pela avó, a lenha a crepitar e o cheirinho a torradas.
De tarde, passeio para ir à mercearia e ver o burrinho e cheirar a terra húmida.
À noite, enrolarmo-nos nas mantas e ficar na conversa até tarde.
De manhã era esta a luz que entrava pela janela da cozinha enquanto lhe preparava o biberon.
Boa semana ! :)

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Na nossa cozinha

Bem como no resto da casa, as coisas dele ocupam mais espaço que as minhas!


a nossa cozinha, originally uploaded by supertatas.

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Alimentação












Que quantidades de comida é que os vossos filhos entre os 5 e os 7 meses andam a comer?
É que o M. anda numa escalada de alarvidade nunca vista!
Senão vejam o menú:


07.30 - 210 ml de leite Aptamil (passou agora para o 2) - se houvesse mais, bebia mais.


11.30 - 200 ml de sopa que normalmente inclui batata doce/ normal, 1 cenoura, 6 feijões verdes, espinafres, cebola , courgette + 1 peça de fruta cozida e batida (papaia, pêra ou maçã).


15.30 - 1 iogurte longa vida natural + 1 peça de fruta cozida + 2 bolachas - tudo batido. Adora- Se houvesse mais comia.


19.30 - 1 papa Cerelac Multifrutos que faço tipo "argamassa" com 180 ml a 200 ml de água.


Tudo bem que não bebe biberon à meia noite, mas dá-me ideia que se eu aumentasse estas doses, já de si um bocado puxadas, ele comia mais. Não será um exagero?

Este Minúsculo

Deu a volta sobre si mesmo pela primeira vez em agosto, na praia, mas aos poucos foi deixando de o fazer com frequencia, e agora acho que perdeu por completo o interesse nessa actividade, ou deixou de a saber fazer.
Como tal, ao invés de rebolar e aprender a gatinhar, que era o que lhe competia!!, gasta todas as suas energias para estar em Paripurna Navasana o dia todo.
Fica todo vermelho de fazer tanta força e furioso de não se conseguir sentar, por isso estico-lhe os meus indicadores para ele os agarre e consiga completar a tarefa - é apenas um apoio porque eu não faço força nenhuma - mas, como é alarve, põe-se logo alegremente em pé, abanando-se como um verdadeiro campeãozinho de slalom :')

domingo, 11 de novembro de 2007

Ia eu

Empurrando o Minúsculo supermercado afora, quando se nos abeira uma senhora, pós-menopausica de cabelo desiquilibrado e jeans de cintura alta, exclamando alarvemente já desde o corredor dos congelados: ahhhhhhh mas que coisa mai linda..., debruçada no carrinho diz: vou-lhe é pegar! e já se preparava para lhe desapertar os apetrechos quando eu, com este novo sobrolho pós-natal que tenho vindo a ganhar, retorqui acintosamente: não, não vai.
E assim fiquei a conhecer os limites do ego insuflado de uma mãe :|

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Faz hoje

Um ano que iniciámos este blog, nessa altura tinhamos duas barrigas a começar a crescer e não conhecíamos ninguém; só a Sara comentava os meus posts e só eu comentava os dela.
Agora já temos dois bebés muito, muito lindos, muitos leitores novos, muitas amiguinhas e alguns amiguinhos (acho que temos, temos? estão aí?? é que os garotos são tímidos); por isso, parabéns a nós e obrigada a vocês :)

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Ponto de situação

Tudo o que se diz acerca dos infantários é verdade, nomeadamente o facto dos bebés estarem sempre doentes. Não será aquela doença na verdadeira acepção da palavra, mas há sempre um nariz entupido, uma tosse contínua, uma diarreia. São males necessários. Desde que o M. entrou para o berçário, no dia 25 de Setembro, já teve alguns episódios, mas ainda só ficou em casa duas vezes, uma delas mais por ronha do pai, que também estava doente e queria companhia masculina para ver a bola e fazer coisas que os gajos fazem quando estão juntos.

Ainda assim, cada vez que subo Alfama para o ir levar, não me arrependo da decisão que tomei. Cada vez que o vejo rir-se para as educadoras e auxiliares logo de manhã não me arrependo. Mais do que umas instalações fantásticas, educadoras doutoradas ou jardins verdejantes, nesta fase do seu desenvolvimento interessa-me a capacidade que as pessoas que cuidam do meu filho têm em relacionar-se. E de facto, nesse sentido, este infantário é inexcedível. De todos os que visitei, este é (e agora que já passou mais de um mês) uma segunda casa, com 3 senhoras que dele cuidam como se fossem suas mães ou avós. Que ligam um rádio a tocar o fado logo pela fresca e lhes contam histórias como se eles já fossem capazes de perceber. Que lhes chamam netinhos e lhes dão colo como se realmente o fossem. São pessoas que já ali trabalham há muitos anos, sem ares de doutoras, que respondem às nossas dúvidas e já assoaram muitos narizes e mudaram muitas fraldas para perceberem logo o que se passa quando um deles não está bem.

Ontem, apesar do M. não estar muito entupido, está com alguma tosse (seca) e num ataque de tosse (em casa, antes do banho) vomitou. Assustei-me um bocado porque foi a 1ª vez que aconteceu, mas até foi bom, porque lhe saíu muita porcaria. Ainda assim, estreei-o nos aerossóis, que destestou, talvez porque eu e o pai tenhamos usado a máscara, ainda por cima a de adultos (shame on us)... Hoje já não farei mais, a não ser que o veja muito aflito, porque acho que, apesar de termos utilizado apenas soro, não se deve abusar.

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Eu

E o Minúsculo, fazendo praia em novembro. E esta ein?

domingo, 4 de novembro de 2007

Pela primeira vez

Lançaram-me um daqueles desafios que servem para dar a conhecer um pouco das mulheres por trás das mães que somos, como tal, e para que o nosso babyblog não fique atrás dos outros, aqui ficam as minhas respostas sinceras a estas perguntas meio atoleimadas :O (perdoem-me :$):
Olhos: castanhos, olheirentos e meio astigmáticos.
Cabelo: fios castanhos, na sua maioria, enriçados, e alguns brancos rebeldes sobre o osso temporal direito.
Altura: 174cms bem distribuídos pela troposfera acima.
Ascendência: lusitana, directamente do viriato.
Signo: sagitário.
Sapatos que está a usar: sempre descalça, graças a deus.
Medo: tenho medo de coisas más em geral e que me aconteçam a mim em particular.
Objectivo que gostaria de alcançar: ser feliz para sempre, obviamente.
Frase que mais uso no messenger: oblá
Melhor parte do corpo: o pancreas.
Pepsi ou cola: cola cola.
Mac Donald's ou Bob's: mcdonalds, mcdonalds não leva a :O
Café ou capuccino: café só nos bifes ou nos gelados.
Fuma? não, porque faz mal à saúde e é caro.
Palavrões: claro, são palavras como as outras, se existem são para serem ditas 8)
Perfume: mustelaaaaaaa :') pou
Canta? claro que sim! a questão é: canto bem ou mal? a minha legião de admiradores logo vos dirá.
Toma banho todos os dias? depende do que estiver a fazer, já estive mais de 15 dias em áfrica sem tomar banho, por exemplo, duvido que queiram saber mais sobre esta experiência...
Gostava da escola? pois sim.
Acredita em si mesma? nunca me dei motivos para que me desconfiasse.
Tem fixação pela saúde? não tenho fixações na vida.
Dá-se bem com os seus pais? claro.
Gosta de tempestades? com certeza que não, gosto de bom tempo.
No último mês:
Bebeu álcool?
só bebo quando o rei faz anos, em janeiro.
Fumou? mas mas, oblá, não perguntaram isto lá em cima já? hum
Fez compras? uma enormidade delas, mas nenhuma para mim.
Comeu um pacote inteiro de bolachas? devo ter comido vários.
Comeu sushi? sim.
Chorou? sim, mas também me ri, nada temam.
Fez biscoitos caseiros? claro que não fiz, mas comi :D
Pintou o cabelo? não.
Número de filhos? um.
Como quer morrer? errrrrrrrrr a dormir?
Piercings? não.
Tatuagens? uma, só uma, por enquanto, talvez.
Quantas vezes o seu nome apareceu no jornal? acho que nenhuma.
Cicatrizes? a da cesariana.
Do que se arrepende de ter feito? de ter comprado dvds na feira que não funcionam no meu leitor.
Cor favorita? vermelho.
Qual a disciplina favorita na escola? electrotecnia.
Um lugar onde nunca esteve e gostaria de estar? república do kiribati.
Matutina ou nocturna? nocturna.
O que tem nos bolsos? toalhitas dodots bolçadas.
Em dez anos imagina-se... gordíssima.

quarta-feira, 31 de outubro de 2007

6 meses

Segunda feira foi a consulta dos seis meses. O M. baixou de percentil de peso, está agora no 50 com 7760 kg e 66 cm, tudo normal segundo a pediatra. O facto do percentil ter baixado prende-se com o facto de no mês anterior ter aumentado um kilo (!). Neste mês aumentou apenas 400 gr. Estranhei, porque desde que come sopa, fruta e papa, anda a comer muito melhor do que quando era só biberon, mas talvez seja pelo facto de andar mais activo.

O que me anda a preocupar é que ele anda há uma semana a fazer em média 6 vezes cocó por dia, o que, para um bebé que era altamente preso, é estranho. Para além disso, e não querendo entrar em detalhes escatológicos, é um cocó que não sendo diarreia é muito mole e muito ácido, o que lhe está a deixar o rabo todo em ferida, por muito cuidado que tenhamos em estar sempre a mudar a fralda.

A médica diz que é algo de origem infecciosa, mas eu duvido porque ele tem estado muito bem disposto, nada prostrado e tem comido como um alarve. A sabedoria popular (avós, educadoras e pais experientes) dizem-me que isto é consequência dos dentes que por vezes provoca desarranjos intestinais.

Está a tomar o leite sem lactose OLAC, um medicamento chamado Lactogermin e a papa da Milupa HN25. Sopa só de batata e cenoura e finalmente introduzi a banana, que anteriormente não era possível porque ele sofria de prisão de ventre.

Ainda hoje alguém me dizia, "é só uma diarreia, mas a pessoa fica com o coração apertadinho não é"?

É.

terça-feira, 30 de outubro de 2007

Tem

5 meses, 7,500kgs, 68 cms, muitas fúrias de dentes e muitas forças para se pôr em pé.
Parece-me que já não quer ser minúsculo este Minúsculo :')

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Berlim


The Wall - Berlin, originally uploaded by juliana_way.

Os dias em Berlim souberam-me bem. É uma cidade reconstruída, com muitas mazelas, mas de uma beleza encantadora.
Escusado será dizer que tive muitas muitas saudades do M. Sobretudo quando via um bebé, lembrava-me muito dele. Mas acho que nos fez bem aos três.

Este senhor

Até ia bem, mas porque contabiliza afectos, e às tantas, no seu livro diz que, à hora de dormir:
é totalmente desanconselhável (...) dar-lhe a mão (...) tocar-lhe ou deixar que nos toque no cabelo (...) dar-lhe palmadinhas ou acariciá-lo (...)


é uma besta insensível!

domingo, 28 de outubro de 2007

Sobre os dentes

Em conversa electrónica informal com um amigo dentista, fiquei a saber que:
ele: cuidado, nem te atrevas a meter-lhe a pasta de dentes que tu usas. a melhor maneira, para evitar altas concentraçoes de flúor é: depois de TU teres lavado os dentes, cospes o excesso para cima de uma compressa, e depois esfregas as gengivas dele, ou os primeiros dentinhos decíduos com a dita compressa.
eu: com a àgua que eu cuspi?!?!
ele: àgua? epah, a pasta de dentes dissolvida no teu próprio cuspo, quem é q falou em àgua? por excesso queria dizer aquilo que vais cuspir, nâo pra bochechares com àgua. fazes isso? lavas e depois bochechas com agua? grande erro, pah, é que assim estás a tirar todo o flúor que ficou a cobrir as superficies dentárias, a ter acção tópica, é como pores uma pomada à base de cortisona e depois lavares a pele, não faz efeito não é?
eu: não imagino que os pediatras digam isso às pessoas...
ele: opah, tatas, então, a tua saliva está cheiinha de agentes antibacterianos que a do minúsculo ainda não tem. mas devias ir esfregando as gengivas dele, para exfoliarem melhor, assim num momento em que estejas aborrecida...
eu: mas não existem pastas para bebés? :S
ele: para que haverias de as usar se podes simplesmente cuspir?

Posto isto, eerrr :|

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Longe por 5 dias


Aos 5 meses, originally uploaded by juliana_way.

E pela primeira vez vou deixar o M. mais do que uma noite.
Vamos fazer umas mini-férias em Berlim, pelo que ele fica com os meus pais. Hoje quando o deixei (nas melhores mãos) fiquei um bocado lamechas, com a lágrima no canto do olho. Mas faz-nos bem a todos.
Até ao meu regresso.

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

A alface

Na sopa, foi um tremendo turnoff.

terça-feira, 16 de outubro de 2007

Correu muito bem,


sopa a postos, originally uploaded by supertatas.

isto da sopa, com a fruta à mistura.
Bem melhor do que a papa :)

sábado, 13 de outubro de 2007

Prazeres simples


NA RELVA, originally uploaded by juliana_way.

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Ora digam-me

Lá, de vossa justiça, e experiência; o Minúsculo usa Dodot Etapas 3 e agora começa a precisar de passar para o 4 - talvez quando este pacotão acabar - devo continuar nas Etapas ou já faz sentido passar para as Activity?

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Easymeal - Chicco

Para quem me perguntou como correu a elaboração da sopa na Easymeal, digo-vos: passou a ser uma das minhas melhores amigas.

Fácil de usar e limpar, esta "panela" é muito boa para quem passa fins de semana fora e sobretudo no dia-a-dia, porque não custa nada fazer sopa assim. É só cortar em pedacinhos os legumes, deitar para a cuba, esperar meia hora que cozam e depois trituram-se num puré muito macio.
É óptima também para cozer e moer fruta.

Uma boa compra para quem está a iniciar o bebé nesta fase da alimentação.


Hoje

Comeu, pela primeira vez, papa ao jantar. Parece-me que correu melhor que das outras vezes, acho que gostou mais desta; o pai trouxe uma cerelac de início para experimentar (vamos lá a ver se tb não faz borbulhas) e eu fi-la com a mini-mini-varinha-mágica-a-pilhas-do-Sr-Ikea, que ali tenho para os cappucinos e que nunca uso :O :D, e ficou um luxo!!, sem um único grumo 8)

E agora, directamente dos dedinhos do Minúsculo, antes de ir para a cama:

jjjjj SEDDD SESSSEE QKX3RCYBVFYANTU ´9HNAF JVSFDNVd-klc çeFGJ



jdchvkfjghrueghefiog evlegrinrnr2637136464594hrfujb v  sjidjei


pronto, tá feito o post ;)
beijos e até amanhã \o

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

A papa da Milupa

Fez-lhe borbulhas! Troquei ontem para a Nutriben e hoje já acordou melhor, espero que a coisa se resolva só assim então.
Entretanto também cheguei à conclusão que lhe estava a dar imensa papa, coitadinho, daí ele chegar a meio e começar aos gritos, e ficar rabujento a tarde toda e não querer beber o biberon do lanche e não beber inteiro o do jantar. Estava empanturrado em papa, meu deus :$ :$
Hoje dar-lhe-ei apenas metade da dose, a ver.

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Sono


Isto de acordar às 07.15 não é fácil...

Querida Sara

Nunca mais digas que o teu M. é um bêbê gordo :')

Comeu

A sua primeira papa, o Minúsculo, correu muito bem, saldo mais ou menos positivo, e nem uma nódoa na roupa!, até ao último terço da coisa: aí começou numa cuspidela tremenda e numa berrraria que eu só tinha visto no momento do parto :O, acho que era sono e enfado, porque quando lhe peguei para que dar um abracinho de consolo, depois de uns suspiros, adormeceu :')
Vamos lá a ver como será amanhã.

sábado, 29 de setembro de 2007

5 meses

Hoje o M. faz 5 meses. Podia estar mais bem disposto, está com uma constipação terrível, febril e um bocado rabugento. Esta foi a primeira "doença" a sério que ele teve, daquelas que, apesar de não ser grave, já nos obriga a levantar 4 ou vezes durante a noite, para pôr soro, aspirar nariz, etc. Para além disso e digo novamente, apesar de não ser grave, custa ver o nosso filho menos sorridente, com má cara e a dormir mal. Por isso digo que deve ser terrível ter um filho com uma doença grave. Se dantes dizia isto na teoria, agora que ele está só constipado ainda o digo com mais convicção.

A adaptação ao infantário tem corrido muito bem, vem sempre bem disposto e come lindamente.
Hoje começou a comer fruta com a sopa do almoço mas não é grande fã, pelo menos da maça cozida (eu também não sou, porque aquilo não sabe a nada).

terça-feira, 25 de setembro de 2007

No banho

video

Regresso ao trabalho

07.15 - Despertar
07.20 - Dar biberon
07.30 - Vestir
07.45 - Tomar banho (eu)
08.00 - Tomar pequeno almoço
08.15 - Saír de casa
08.30 - Chegar à creche

Foi assim a manhã. Já não estava habituada a começar o dia tão cedo e sobretudo adaptar-me a toda uma nova logística, que inclui não me esquecer da sopa no frigorífico, por exemplo.
Sei que vou andar estoirada durante esta 1ª semana, mas depois hei-de me habituar.

Estou de volta ao mundo do trabalho e sinto-me muito burrinha, já nem me lembro das passwords dos programas...

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Muito, muito observador

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

"Engatinhando"

A minha empregada, angolana, de seu nome Catarina, diz que o M. já quer "engatinhar" e só não consegue porque quando o pomos no ginásio as almofadas não o deixam expandir-se.

Bom, como acredito na sabedoria popular, ou no "povão" como diz o post da tatas, experimentei.

Eis o resultado:


Para quê gastar dinheiro em ginásios e colchinhas patchwork, quando o soalho de madeira serve perfeitamente :P

Sobre a sopa

Para quem perguntou como tinha corrido a introdução das sopas

Hoje diz-me assim

A garota da molly maid, que se auto-intitula de txitxia do Minúsculo, soltando pérolas de sabedoria popular brasileira do alto da sua rechonchudez, enquanto eu o alimentava:
- Heya, tá txi caindo o cabêlu todo, ein? 'tá cheio dxi cabêlu por todo o lado!
- É verdade...
- Isso quer dizê que o nêném está-lhe conhecendo.
- Ai sim?
- Aí, é o que diz o pôvão, quando eles começam a conhecer bem suas mães estas ficam carecas.

errrr O.o
Nisto ele solta um dos seus grotescos arrotos e, como de costume, bolça um bocado de leite para cima do meu ombro protegido pela fralda de pano - POF! - , já colocada estrategicamente em tom de prevenção; ela dá um pulo para trás e com os olhos muito abertos diz:
- Poças, vai ficar grandão mesmo, é que cada bolçada é uma engorgada! sabi como é, é o que diz o pôvão.
e lá foi, continuar a sua labuta quinzenal aqui da casa que aqui o pôvão vai almoçar.

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Carregadinho de pixeis

E sem mexer as perninhas, só para vocês:
Atenção, muita atenção!
video

Lembrete

Este blog é sobre dois bebés: um mais velho e outro mais novo, um a comer papas e sopas e outro a beber biberon, um que parece um ranger e outro que parece uma foca nadadora, um mais gorducho e outro mais comprido... às vezes tenho a sensação que nos confundem; à Sara-M. e a Mim-Minúsculo :)

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Rangers & Sopas






Hoje foi a consulta dos 4 meses, já algo atrasados, porque já está com 4 meses e meio. Está tudo a correr bem, peso 7470 kg, comprimento no percentil 50, desenvolvimento acima da idade no que respeita ao movimento, porque já parece um "ranger" a tentar gatinhar.








A partir de amanhã começam as sopas. A primeira só de batata com cenoura (durante dois dias) e depois progressivamente vou introduzindo 1 legume diferente por dia a esta base.
Estou a pensar comprar uma máquina destas, alguém tem opiniões?

O post fútil

Estou mais magra agora do que quando engravidei. Já perdi os 20 kg que ganhei na gravidez e tive um bónus de 2 kg a menos.
Esta perda vem na proporção do ganho de peso do meu filho, que, com os seus sete kilos e qualquer coisa já começa a ter um efeito adelgaçante em mim :)

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Foi hoje

A primeira (espero que de muitas) aula de natação do Minúsculo.
Foi um valente e portou-se bem o tempo todo; desde o duche inicial aos 30 minutos completos da aula.
Adaptou-se muito bem a todas as posições, fartou-se de palrar, sorriu, gargalhou e, claro, bolçou :$
Às tantas passou para os braços do professor (não o estranhou nada) que o achou preparado para logo na primeira aula dar um mergulho :O - e assim veio, debaixo de àgua, do professor para mim, sem engolir àgua, sem se engasgar, a suspender muito bem a respiração e sem chorar :')
Ficou tão cansado, tão cansado, que, ainda lá, adormeceu a dois terços do biberon, veio para casa a dormir e ainda continua; vou juntar-me a ele então para uma confortável sesta também ;)

Conhecemos o Gabriel que se fartou um bocadinho da aula mas que eu espero que se tenha cansado um pouco e também esteja a fazer uma bela sesta, para dar um pouco de descanso à mãe que bem precisa!!!

Casais


A recente separação de um casal amigo com um filho, além de me entristecer deu-me que pensar.

A chegada de um filho é sempre um acontecimento que oscila entre o "oh meu deus o que é que fazemos com ele agora" e o "ele é lindo" e muitas outras emoções mais. No entanto, é também uma prova de fogo para o casal, um constante teste à solidez da relação e à coerência que ambos mantêm.

Se eu já sabia disto em teoria, quando o meu bebé nasceu apercebi-me que é mesmo assim. Nos primeiros tempos, a excitação de ter um filho leva-nos praticamente a só falar nisso, com os amigos, os familiares e com o nosso/a companheiro.

No entanto, e à medida que o tempo vai passando e as rotinas se vão encaixando, é importante procurar outras coisas, outros interesses, porque antes de sermos pais, somos um casal e creio que em muitos casos, os casamentos acabam porque as pessoas simplesmente se dedicam a 100% aos filhos ( o que é correcto) mas descuram o casamento ou a relação que tinham.

Quando se apercebem já é tarde e a única coisa com que tornaram comum entre os dois é a existência de um filho, o que é muito bom, mas não é suficiente.

Por isso insisto na importância de se saír a dois, de falar noutras coisas que não no bebé, de estar com outras pessoas sem falar de cocós, bolsados e cólicas, caso contrário, quando damos por nós não temos quaisquer outros interesses, ou se temos não os partilhamos.


A mim deu-me que pensar.


quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Update














Depois de muito tempo sem actualizar o blog e a pedido de várias famílias aqui vai.
Estas últimas duas semanas têm sido particularmente intensas, não só porque se aproxima o fim da baixa de maternidade mas também porque o M. evoluiu muito, no que respeita à comunicação, mas sobretudo relativamente ao movimento.
Já se vira sem qualquer ajuda e assim que se apanha de barriga para baixo levanta todo o tronco e fica a olhar para todo o lado num desassossego :)

Tenho-o deixado progressivamente na creche onde vai ficar a partir de Outubro e felizmente que se adaptou bem. Come e dorme e ri-se para as educadoras. Para mim foi um suplício deixá-lo lá da primeira vez, mas agora também já estou mais habituada.

Já não sei quem me dizia que precisamente quando os bebés ficam com mais piada, comunicando mais e brincando é a altura em que temos de os deixar ir para a creche. Mas não faz mal, aproveitamos ainda mais quando os temos ao pé de nós ao fim da tarde :)

terça-feira, 11 de setembro de 2007

umbigu


umbigu, originally uploaded by supertatas.

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Acabou

O verão na praia de férias pelo que voltámos para a praia de casa onde parece que continua :)
O Minúsculo foi hoje à consulta dos três-meses-uma-semana-e-seis-dias e começou ontem a andar, o que foi porreiro.
ahahhaha
Bom, tem 62 cms e 6,570 kgs (continua firme no percentil 50), já passou a dormir no seu quarto e como não vai para o infantário, para além de que come papa no biberon, ainda não vai começar com os sólidos- fica para outubro.
Levou a vacina da meningite, estou aqui à espera para ver se faz alguma febre ou qualquer coisa. A ver, é assim a minha vida.

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Eu tenho

As costas num oito, serei a única?

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

O meu priminho

De cinco anos, decidiu que agora não gosta de carne (às vezes decide-se por outras coisas) pelo que se recusou a comer o jantar; e depois de toda a família lhe falar dos benefícios de comida em geral, da carne em particular, e da falta de forças que isso lhe causaria deixando de poder ser engenheiro, biólogo ou detective (profissões do seu interesse e que quer muito ser para fazer coisas úteis) responde:
Continuam todos contra mim, vou para a lua, tiro o meu fato e morro sem oxigénio por vossa causa :(

posto isto... pou :')


a caminho da lua, originally uploaded by supertatas.

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

:'D

As figurinhas que eu faço para o fazer rir.

sábado, 1 de setembro de 2007

O primeiro

Biberon do dia sempre foi complicado, depois de dormir tantas horas (das 21:00 às 07/08:00 com um intervalo à meia noite uma para um biberon em que nem sequer chega a acordar) o Minúsculo quer é conversa, brincadeira e comer é mentira!, com muita muita sorte e empenho consigo que beba no máximo uns 100 ml. É a refeição em que come menos, sempre foi, mas agora, desde que descobriu que é divertidíssimo dedilhar biberon acima biberon abaixo, os pequenos-almoços parecem concertos do Louis Armstrong, cheio de bochechas e tudo e tudo! Ri-se à brava com isto e sai-lhe o leite por tudo o que é sítio, ensaia gargalhadas e engasga-se.
Entretanto, também descobriu que quando está naquela posição meio-deitada-meio-inclinada de beber o biberon consegue, com ajuda dos cotovelos e esticando a cabeça toda para a frente, sentar-se firme e hirto ao meu colo!! Este esforço abismal da sua tenra abdominália tranforma-se num bolçanso constante do pouco que ingeriu enquanto tocava trompete (às vezes faz tantos acordes que me lembra mais uma daquelas lindas pianolas de boca que se usavam nos 80 do que propriamente um trompete) e num tremendo sorriso leitoso agarrando uns pés pelo caminho.
E pronto, são assim as nossas manhãs :)

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

As roupas pah

Chateiam-me à brava!
Os babygrows da Chicco e da Pré-natal, desenhos à parte (que contam-se pelos dedos de uma mão as peças que de uma colecção inteira acho mais ou menos engraçaditas) parecem-me completamente desporpocionais- demasiado largos em relação ao comprimento. Por exemplo, o Minúsculo fez agora 3 meses, vestiu um babygrow para 6 meses da pré-natal que lhe ficou apertadíssimo na zona da fralda e depois quando abanava e encolhida as pernas (uma das suas actividades preferidas), de tão largo que aquilo tudo é, ficava com as pernas fora do sítio todas entaladas na zona do joelho com o resto das calças a abandar sem nada lá dentro. A Zara também é assim, com uma diferença mais subtil, ou às vezes tem umas peças com as pernas muitíssimo mais compridas que a altura do gancho, como se se esquecessem que os putos usam fralda e têm ali um tufo gigante, mais ou menos como os Zippi do Continente e os do Carrefour que não sei o nome mas têm um algodão bestial.
A Du Pareil eu Même e a Petit Patapon, já são o contrário, são estreitas, talvez não sirvam a um bebé mais anafado, imagino que os franceses devem ser mais do tipo esparguete. Ao Minúsculo servem como uma luva (no meio disto tudo, são de uma perfeição triunfante!), em termos de proporção, porque de tamanho, mais uma vez, veste para 6 meses, assim como na Benetton.
Depois há a H&M, porreirita, bem proporcionada, mas novamente tenho que comprar o 4-6 meses.
Com tudo isto fico sempre confusa com o que comprar para ele e tenho pena de não fazer compras noutros sítios, por catálogo - tipo Vertbaudet, por exemplo, que tem algumas coisas felizes - ou em tantos sites simpáticos espalhados por aí na ciberlândia.
Isto faz-me confusão porque o Minúsculo está no percentil 50 e pouco (pelo menos estava, já não vai ao médico há um mês), ora eu interpreto o percentil 50 como sendo a média, o normal dos bebés (ou não é assim?), logo sempre imaginei que os tamanhos fossem regulados pelo percentil normal, do estilo: o meu bebé estiver no percentil 50 e tiver 3 meses logo eu compro roupa para 3 meses, se ele estiver no percentil 25 eu compro para 2.
Mas não, cada loja tem o seu feitio, como se os bebés tivessem corpos tão diferentes entre eles como temos nós adultos. Enfim, gostam sempre de complicar tudo, estas pessoas. Tsc tsc.

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Se antes

As abordagens dos desconhecidos corriam sempre muito bem e terminavam com mil sorrisos - oh como está elegante, que barriga linda, não está inchada nem nada, que sorte... está muito bonita, parabéns, de certeza que é um rapaz!! - agora descambam, completamente!; e não, não me refiro ao facto de me olharem como se me comparassem com um pudim flan mal cozido a caminhar para a calvice, ou então de olharem instantaneamente para o Minúsculo como se eu nem sequer existisse, nem muito menos de o elogiarem a rodos - ohhhh que doçura, é o bebé mais bonito que tenho visto nos últimos tempos, é lindo, lindo!! oh manel anda cá ver esta fofura... - mas sim de rematarem constante e irremediavelmente todas as conversas com um:
É uma menina, não é??? :')

NÃO, NÃO É, FO#$-%&!! >:(
Macacos me mordam.

sábado, 25 de agosto de 2007

Amoras & Burrinhos











As férias já estão a meio.
Hoje fomos dar de comer a um burro e apanhar amoras no caminho.
À medida que os dias vão passando, vou-me mentalizando que em breve o m. vai deixar de estar sempre ao pé de mim. Essa perspectiva, apesar de eu ter vontade de regressar ao meu trabalho, entristece-me um pouco. É mais a preocupação que ele não coma bem quando entrar na creche até porque ainda se está a habituar às papas.
De resto, tudo tranquilo, tirando o clima miserável deste mês de Agosto.

Enquanto

Mudava a fralda vi que espreitava insolente um pêlo, fino e meio acastanhado, entalado numa virilha.
Por brevíssimos instantes, e ainda meia inconsciente pelo lusco-fusco desta recente e chuvosa manhã, fui assaltada pela tenebrosa idéia de que o Minúsculo sofria de uma qualquer horrorosa mutação genética que lhe fazia crescer pêlos na genitália mesmo sendo ainda um bebé de colo.
(Meu Deus!, agora é assim; volta e meia o coração dispara numa irracionalidade avassaladora, que no preciso momento seguinte nos faz tremer de vergonha. Ser mãe também é isto - é ter arritmias. É aquela tal psicose que eu falava no meu primeiro post deste blog quando estava grávida ainda de pouquissímas semanas. É como pôr o dedo debaixo do nariz da criança para verificar se realmente está a respirar enquanto dorme descansadamente - quem nunca fez isto por favor levante um dedo! Ou não, para que eu não me embarace ainda mais :$)
Meio segundo depois, recuperada a sensatez, e com uma calma que nunca se chegou a desfazer (não pensem que ainda não tenho uma réstea de sanidade!), puxei o arisco e verifiquei do que realmente se tratava: um cabelo meu!
Estão por todo o lado, acumulam-se em novelos e descubro-os nos lugares mais inusitados!!

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Na nossa praia

O vento rodou para sul, isto quer dizer que chegou o levante; o vento traz as águas quentes do norte de África mas em grandes e desencontradas ondas cheias de algas do alto mar. Sendo assim o Minúsculo já não se pode dedicar às actividades nadatórias, faz peninha, mas também isto é coisa para 3 ou 4 dias, em contrapartida dorme muito mais na praia embalado pelo som das ondas mais fortes (e no sossego no areal ainda mais vazio que o costume) e dorme muito mais em casa a seguir, porque o ar da praia está muito mais forte e saudável, carregadinho de iodo e coisas boas.
Sendo assim deixa-me muito tempo para descansar (em casa, infelizmente, porque temo que vou chegar das férias de praia ainda mais branca do que cá cheguei, acho que nunca estive tão branca na vida!) e ler o livro que trouxe para férias; muito pop e cor-de-rosa, como aliás compete aos livros de férias (nestas alturas não há tempo para fazer coisas inteligentes), bastante caricatural na nossa condição de recentes-mamãs e que ainda me faz soltar umas valentes gargalhadas :)


Andei à procura de um link para o livro e só descobri esse, no entanto comprei o livro no supermercado Carrefour muitíssimo mais barato que isso!

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Quando

Vou para a praia com o Minúsculo, normalmente, ainda ninguém lá está. Depois começam aos poucos a chegar pessoas, geralmente com putos, claro.
Hoje pespegou-se ao nosso lado uma família de ingleses; pai, mãe, avó, filha com cerca de três anos e um bebé, ainda mais minúsculo que o meu mais Minúsculo, e todos tão tão loiros e tão tão brancos que o bebé chegava a ser praticamente transparente.
Passado pouco tempo abre o bar da praia; os gajos piraram-se todos para lá e deixam o bebé sozinho no carrinho - isto de levarem os carrinhos para a praia e deixarem os miúdos lá dentro faz-me uma confusão tremenda, porque aquilo faz imenso calor, pelo menos o meu Minúsculo farta-se de transpirar quando está no ovo, e depois também sempre ouvi dizer que não devem estar muito tempo dentro do ovo, e depois também ficam na praia pela hora do calor adentro, para além de que não me parece nada prático andar com o carrinho, pesadíssimo e cheio de tralhas, na areia, mas enfim, continuando - entretanto fui-me embora, com o meu petiz cheio de creme no sling, e passei no bar; lá estavam todos a comer gelados e o outro lá continuou abandonado no areal :|
depois admiram-se...

domingo, 19 de agosto de 2007

Primeira vez

08.30 am

sábado, 18 de agosto de 2007

O cabresto

Do esterilizador de micro-ondas derreteu-me os biberons.

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Papa

Depois de uma longa ausência por culpa do Clix que ainda não se instalou em minha casa, não queria ir de férias sem dar as últimas novidades.
O Manel ontem comeu papa pela 1ª vez :)
Decidi começar um bocadinho mais cedo porque de acordo com a pediatra, como ele vai para a creche no final de Setembro, convém que esteja já habituado a comer com colher.
Resultado:
20% de papa no pescoço
10% em cima de mim
20% no babete
50% que ele comeu.
Ao princípio cuspia tudo por não saber muito bem o que fazer mas hoje já correu melhor e até já choramingava cada vez que eu lhe tirava a colher da boca. Descobri também que ele gosta mais da papa estilo argamassa, porque se estiver muito líquida manda-me comer a mim.
Este blog vai a banhos, pelo menos no que me diz respeito, voltando em força em Setembro.
Se der ainda tento contribuir durante as férias.
Boas férias a todos e queria também desejar que corra tudo bem no parto da minha (outra)amiga Marta que vai ter uma Madalena por estes dias.

segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Agora







Aprendeu esta, enquanto luta contra o sono e resmunga vai-se embrulhando na fralda, agarra a chucha e tudo o que estiver à sua volta e acaba, muitas vezes, todo tapado :|
Depois acorda e começa a atirar com tudo outra vez até que descobre que estou a olhar para ele e desmancha-se em sorrisinhos :')

terça-feira, 7 de agosto de 2007

Os pulhas

Da Chicco, mudaram as chupetas de borracha para outras, igualmente de borracha, mas em forma de coração com furos em forma coraçõezinhus, obviamente que eu não deixaria o meu minúsculo andar nessas figuras, para além de que passaram a ser cortadas ao invés de serem em forma de gota, coisa que ele também não aprecia. Mas bom, corri todas as famácias e lojas Chicco aqui da zona e já fiz um stock das antigas até aos 18 meses, com mil suplentes para cada idade! AHÁ!!

domingo, 5 de agosto de 2007

Mesmo rapazola

Este Minúsculo, não faz nada e consegue ficar com porcarias debaixo das unhas!

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Saltos de crescimento?

Existem mesmo ou são mitos urbanos?? O meu mais Minúsculo anda insaciável :|
Já tive até que lhe por uma medida de papa nutribén biberon e ainda assim não se consola. Meu Deus!!

Entretanto, noutras paragens, a minha Tia conta-me que há bebés com nove e dez meses e que são infinitamente muito mais minúsculos que o meu Minúsculo, que só tem dois!, e que não têm nada; desde roupa a comida a biberóns a brinquedos e que no projecto de solidariedade que eles lá estão a desenvolver precisam de tudo. Ela veio visitar-nos e já foi carregada de roupas que já deixaram de servir a este comilão, outras coisas mandar-lhe-ei eu pelo correio à medida que me forem aparecendo. É que para piorar as coisas, com tanto disturbio climatérico eles já chegaram a apanhar temperaturas de 8 e 10 graus sem terem qualquer tipo de infra-estruturas para isso quanto mais roupas!
Sei que cá também há muita gente a precisar mas se alguém quiser ajudar neste projecto pode enviar-me um e-mail (supertatas@gmail.com) e eu poderei dizer como :)

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Mudança de casa feita, amanhã partimos para uns dias de descanso no Oeste.
Assim que tiver internet prometo actualizar o blog com mais frequência.

sexta-feira, 27 de julho de 2007

Dois meses


mini-pés, originally uploaded by supertatas.

De, cada vez menos, Minúsculo - quase, quase cinco quilos e meio e quase, quase 60 cêntimetros, tantos, tantos sorrisinhos e tantas, tantas palrações.
A comer muito bem, já nos 150ml, a querer ficar acordado mais tempo (durante o dia ;) *uf) e calminho, com pouquíssimas birras e todas com muita razão.
Cada dia mai lindu que no dia anterior e ... pronto, muito feliz e eu muito babada :')

:D

segunda-feira, 23 de julho de 2007

Eu nunca vi

Ninguém fazer tanta careta por beber três gotinhas de água. Oh meu Deus!

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Sou apenas eu??

Que quando estou a dar o biberon desato com comichões nos olhos, nariz, orelhas, bochechas, cantos da boca e mais anatomias houvessem...

quarta-feira, 18 de julho de 2007

A sua preferida

E, segundo tenho visto, a de muitos bebés por aí também, é destas: enormes e a cheirar imenso a... a... a borracha, naturalmente. Simplesmente horrível. Eu acharia insuportável ter aquilo colado ao meu nariz; se fosse seriamente tentada pelo prazer da sucção certamente consideraria a hipotese de o tirar, ainda que andar sem nariz seja andar descomposto!

terça-feira, 17 de julho de 2007

Vamos lá ver...

Pelos comentários que recebi no post "Amamentar" fiquei com a sensação que fui mal interpretada por algumas pessoas.
A minha posição em relação à amamentação é o mais favorável possível. O que quis dizer e que foi alvo de algumas extrapolações foi que, quando a amamentação é mais dolorosa fisicamente ou quando as mães fazem disso fundamentalismo não obstante o facto de estarem angustiadas aí sim, não sou favorável e acho melhor recorrer ao biberon.
Eu amamentei durante 3 semanas e quando percebi que o meu bebé ficava com fome e a perder peso de uma forma preocupante, deixando-me numa pilha de nervos resolvi (não muito tranquilamente) introduzir o leite em pó. Quando digo porque se ele lucra com um leite (eventualmente) mais rico e melhor, sublinhando o "eventualmente", refiro-me à minha própria experiência porque se um bebé fica com fome é porque o leite não é bom.
Dito isto, estou de acordo quando dizem que a amamentação é uma escolha pessoal. É. Mas não façamos disso um exagero.
Finalmente, quero dizer que deixei de dar de mamar porque o meu bebé tinha fome e não porque eu queria saír de casa ou ter mais liberdade.

Eis que

O minúsculo, sempre a querer ficar mais maiúsculo, já se esforça, muito-muitíssimo, entre fantásticos sorrisos marotos, por palrar e nos dizer: GGGGUE...Ô!!
opah :')

domingo, 15 de julho de 2007

Amamentar

Da minha própria experiência de amamentação (que durou 15 dias) e do que tenho lido por aí, por vezes fico chocada com o nível de empenho e abnegação que algumas mães estão dispostas a ter para amamentar os seus bebés.
Dormir no máximo duas horas seguidas, não poder saír com tanta liberdade, andar irritadiça e angustiada com o aumento de peso do bebé...até que ponto é que todas estas questões associadas à (maior parte) das mães que amamentam compensam?
Não falo de uma perspectiva egoísta, ainda que saiba reconhecer que para a mãe que dá o peito há menos liberdade. Falo sim do ponto de vista do bebé, porque se ele lucra com um leite (eventualmente) mais rico e melhor, não estará a perder por ter uma mãe cansada, preocupada e irritadiça por dormir pouco?
Tenho conhecimento de casos cujas mães simplesmente não saem de casa porque não têm tempo (??) ou porque aproveitam as duas ou três horas de intervalo entre mamadas para dormir ou para organizar a casa... E o bebé ? Não seria melhor ser alimentado com biberon e em contrapartida saír de casa e apanhar ar com uma mãe muito mais bem disposta e contente?

Não interpretem mal este post, eu também sou apologista da amamentação, contudo há exageros que me chocam e que me levam a pensar até que ponto é que se está de facto a beneficiar o bebé...

quinta-feira, 12 de julho de 2007

O Pai #2

Evolução


mãozinha, originally uploaded by juliana_way.

Aos dois meses e qualquer coisa o M. está gordo e anafado e usa a sua melhor arma de marketing constantemente: o sorriso. É muito engraçado perceber o que é que o sorriso num bebé provoca. Enquanto são recém-nascidos, as expressões faciais variam no larguíssimo espectro que vai do "amarfanhado" ao "enrugadinho" passando é claro pelo sorriso totalmente inadvertido que a libertação de gases lhes provoca.
Nesta nova fase o sorriso é genuíno e é muito engraçado reparar que esse sorriso não tem outro propósito senão o de facilitar a comunicação com as outras pessoas e é notório o sucesso já que qualquer pessoa se "derrete" ao ver um bebé sorrir, respondendo na mesma moeda. Aliado a isto vem a torrente de sons e vocalizações inintelígiveis mas que os pais repetem até à exaustão, fazendo figuras equivalentes às do Joaquim Monchique (que vejo agora na televisão).

sábado, 7 de julho de 2007

Mil tralhas


recheio, originally uploaded by supertatas.


Todas embaladas e prontas para sair :)

tudo_embalado, originally uploaded by supertatas.

terça-feira, 3 de julho de 2007

Mudanças


DSC_2788, originally uploaded by juliana_way.

É assim que está a minha casa agora. Desmantelada. Estamos a preparar tudo para a mudança de casa, que deverá acontecer dentro de duas ou três semanas.
Com um bebé pequeno não vai ser tão fácil, mas acho que ele vai gostar desta nova casa:ampla, de chão de madeira e com um belo jardim para apanhar ar e ouvir os passarinhos.
Ele continua bem, a dormir 7 horas por noite seguidas (abençoado :P ), sorrindo e palrando.

quinta-feira, 28 de junho de 2007

Agora mesmo

Que vos escrevo o minúsculo dorme ao meu lado, é a sua maneira de celebrar o seu primeiro mês!
Pois é, já passou um mês e o pequeníssimo já está com mais de 4kgs e 54 cms, está um pouco acima do percentil 50, a beber 120ml, a dormir noites inteiras e a querer, cada vez mais, ficar acordado durante o dia, ou, pelo menos, a querer dormir ao pé de nós. Como também gostamos disso, de o contemplar muitíssimo, lá o deseducamos dessa maneira. Então o petiz dorme em tudo o que é sítio da casa; na cama, no berço, na alcofa, no sofá, no chão, na espreguiçadeira, na sala, na cozinha, no quarto ou na varanda. Depois acorda esfomeado e espreguiça-se muito, faz muitas caretas - lembra o Joe Cocker entoando entusiasmado o unchain my heart - mete as mãos todas na boca e solta uns choramingos, depressa come, suspira e entra no after biberon coma até ao ciclo seguinte. Quando está rabujento pede a chucha e quando tudo parece acalmar cospe-a propositamente, isso é algo que não entendo, suponho que seja já uma manha para ter atenção, para lhe irmos lá voltar a pôr a chucha e levar mais um beijinho ou um abracinho. Vai ser um mimado do carais :D e fará muita peninha se vier a ser perturbado pelas cólicas que tanto nos dizem que estão para chegar.

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Festivais de Verão



A uns dias de completar 2 meses de idade já sorri desalmadamente - começou intensivamente este fim de semana, sobretudo para a mãe - e já percebeu que há mais no mundo do que a minha cara. Descobriu um novo mundo quando lhe mostrei um brinquedo que tem uns bichos pendurados, ria-se e agitava-se para conseguir tocar-lhes.

Como diz o meu pai "ele agora já começa a ser gente", que é como quem diz, já não se limita a comer e dormir e a entrada nesta fase está a dar-me um enorme gozo.
O que assusta é pensar que já passaram praticamente dois meses e que mais dia menos dia já vai para o infantário e mais mês menos mês já me aparece em casa com uma fulana cheia de rastas e piercings e a dizer "esta é minha namorada" e eu aí, apesar de me considerar uma mãe jovem de espírito e de muito provavelmente ir com ele para os festivais de Verão curtir uns concertos (armada em velha gaiteira) vou achar esquisito. Contudo não me posso esquecer da minha própria adolescência, do piercing que também fiz e dos tempos em que era vocalista de uma banda.
Por ter vivido tudo isso, sinto-me preparada para quando chegar essa altura na vida dele. Será?

quarta-feira, 20 de junho de 2007

Diz que

Amanhã começa o verão. Vamos lá a ver isso. Espero bem que sim, porque faz muita peninha que o meu mais minúsculo tenha tantas roupas silvestres para vestir e os tempos - aquele que passa a correr, sim porque ele já veste roupa para um mês, e aquele que teima em não nos dar calor - não ajudem. Pf.

sexta-feira, 15 de junho de 2007

Dia-a-dia

Agora que o bebé tem quase dois meses, inscrevi-me num ginásio (Holmes Place) para ver se recupero a forma. Uma das dúvidas que me ocorre tem a ver com a prática de abdominais. Já ouvi várias opiniões: o meu médico diz que um mês após o parto se pode fazer todo o tipo de ginástica, instrutores do ginásio disseram que só quando a parede abdominal estiver fechada é que não há perigo, enfim, cada cabeça sua sentença. Hoje fui à 1ª aula e pelo sim pelo não não fiz os abdominais. Devido à tendinite também tenho algumas limitações com exercícios que incluam pesos.
O bebé cresce de dia para dia, está mais atento a tudo, sorri (finalmente) apesar de não ser um rapaz de sorriso fácil, é mais do estilo enigmático ;)
Continuo a levá-lo para todo o lado e ele já se habituou a dormir em camas diferentes, com barulho, sem barulho, com e sem música ligada, o que é bom, porque quando for para o infantário não terá problemas a adormecer como acontece com os bebés que ficam em quartos na penumbra e onde não se pode falar alto.
Este fim de semana vai para fora, apanhar os ares do campo e nós lá teremos de levar toda a logística necessária: biberons, esterelizador, aquecedor...
Para a semana vai "lanchar"com o Minúsculo (da Tatas) com quem gosta muito de conviver :)

quarta-feira, 13 de junho de 2007

O Pai #1