quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Em jeito de balanço e previsão

2009 foi dos anos mais angustiantes que vivi. As constantes doenças do Manel (otites, amigdalites e outras que tais) e a sua baixa estatura levaram a que a meio do ano o levássemos a fazer análises. A partir daí durou um calvário de alguns meses. Quem acompanha o blog sabe do que falo. O meu filho tinha valores baixos de plaquetas e até sabermos que era uma doença auto-imune, sem quaisquer consequências, uma sombra pairou nas nossas vidas, a sombra de doenças gravíssimas e fatais. Afinal o que ele tem é púrpura trombocitopénica, que não lhe trará quaisquer problemas. A verdade é que, desde Outubro que os valores estão a subir e com isso (coincidência ou não) ele tem estado saudável.
Neste momento ele anda bem, eléctrico como sempre, bem disposto, falador, desobediente, mas é assim que deve ser. Estamos cá nós para dar mimo e disciplina. A próxima luta a travar é contra as fraldas, assunto sobre o qual ele nem quer ouvir falar, ignorando-nos ostensivamente quando lhe dizemos que ele já é crescido e já deve ir à sanita.
Aceitam-se dicas e truques daqueles "como largar a fralda em 3 dias".
O ano de 2010 vai ser um ano de viragem. Começo a fazer doutoramento a partir de Janeiro, levando-me a alterar completamente as rotinas que tinha com o Manel. Três noites por semana deixarei de ser eu a cuidar dele, a ir buscá-lo, a dar-lhe banho e temo não chegar a casa a tempo de brincarmos um pouco. Desde que ele nasceu que sempre fui eu a parceira dos fins de tarde e alterar isso, sobretudo porque ele vai acabar por ficar mais horas na creche, dói-me muitíssimo.
Resta-me a esperança de que, concluído o 1ºano do doutoramento, possamos passar mais tempo juntos, estando eu mais satisfeita pessoal e profissionalmente.
Começo o ano com um corte de cabelo radical e uma promessa de dieta. A ver como corre...
Terei com certeza menos tempo para vir aqui, mas sempre que possível cá estarei a dar notícias.
Feliz 2010!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Hoje numa lojinha de rua

Os collants compram-se pelo número que se calça, disse-me a senhora, quanto calça o menino?
23-24, por aí, respondi eu.
E dá-me uns collants que temo que nem aos 8 anos lhe serviriam.
Ahhh, tem que ser mais, pequeno, mais pequeno ainda... hummm, talvez um abaixo...
Vai ela e: mas esse rapaz é desproporcionadíssimo!! :O

COMO OUSA? EIN?

A PULHA!!
pxé

domingo, 29 de novembro de 2009

Do banho


banho, originally uploaded by supertatas.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

: )


espaço, originally uploaded by supertatas.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

O Licínio

Na creche, quando o vou buscar e ele me ignora continuando a brincar:

- Então Manel, o que fazes?
- Estou a dar a papa ao bebé (um nenuco) e depois vai fazer o ó-ó.
- Ai é? Como é que se chama esse bebé?
...
- Licínio!
- Chama-se como???
- LICÍNIO!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Este Minúsculo,

Este fim-de-semana, entre brincadeiras e falatórios sozinho com os carros e bonecos, começou a falar no Francisco e no António, nomes que eu nunca tinha ouvido.
E o Francisco e o António para cá e o Francisco e o António para lá, no seu discurso meio (muito) atabalhoado dava quase que a entender que eles estavam ali a brincar com ele, e eu: OBLÁ! mas chegámos à fase dos amigos imaginários?
Achei demasiado cedo, dois anos, todos os putos que conheci com amigos destes, família e amigos, tinham todos uns 4 ou 5 ou 6 anos, pelo que fui googlar o assunto para ver se seria possível.
Entre vários sites deparei-me com o texto da wikipedia que diz coisas como: Eles podem aparecer quando a criança passa por momentos de estresse ou de ansiedade, ou situações de estresse, ou de grandes mudanças, ou perdas importantes ou mesmo uma criança solitária sem amor pelos pais que precisa de amigos, que claramente não fazia sentido para este Minúsculo e que, pensando bem, também não fazia sentido para todos os outros putos que conheci com amigos imaginários; bem felizes por sinal, inteligentes e até bastante criativos. Aapesar de saber que a wikipedia não é de todo escrita por especialistas, acho que é uma informação que pode assustar um pouco as pessoas, ou sou eu estou errada e afinal os amigos imaginários são indicadores de patologias tenebrosas?
No entanto hoje já fiquei a saber que, afinal, o Francisco e o António são dois bebés da sala de um ano que ele costuma ir visitar : )

domingo, 15 de novembro de 2009

Faz de conta


Animais, originally uploaded by juliana_way.

Um touro de babete, um leão e uma ovelha, prontos a comer uma refeição de nozes.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Sugestão

Para as mais geeks de primeira viagem : ' )

terça-feira, 10 de novembro de 2009

O meu irmão tem gripe A

Soube hoje quando foi ao sôtor, e, visto que estivémos juntos ontem depois do jantar e que já há casos na escolinha deste Minúsculo, achei que deveria ser prudente e fazer um stock de comida, chás, benurons e afins enquanto não caio enferma.
Fui, portanto, ao supermercado, munida de uma lista, que entretanto perdi, e uma boa dose de enfado porque, confesso, odeio todas e quaisquer tarefas domésticas.
Juntei tudo o que me lembrava num carrinho, mais outras tantas coisas que compro sempre a mais e sem utilidade nenhuma, e fui esperar para pagar.
Estavam as caixas todas com enormes filas e escolhendo ficar na que estava mais perto calhou-me a prioritária.
Passado um pouco chega uma mãe com um carrinho de bebé a quem eu gentilmente cedi passagem.
Duas pessoas foram atendidas, depois a mãe e depois começo eu. Estão as minhas bananas na balança e a mãe já quase de saída a dar-me um sorrisinho como quem diz obrigada e tal, quando vem por ali fora, furiosa, uma senhora de meia idade que resolve pegar no sinal, agitar os braços e gritar que aquela situação não se encontrava ali desenhada, que não havia carrinhos, só colo, e que portanto ou ela estava grávida outra vez ou andava de cadeirinha de rodas ou então não tinha nada que passar à frente.
Eu, meio-incrédula-meio-aparvalhada, tentei por alguma água na fervura, com já meio mundo a olhar para nós, que tinha sido eu a deixá-la passar, que foi por causa do bebé, que é chato para eles, que ficam impacientes, que começam a chorar e que isso também incomoda as pessoas quando levo com um grito nas trombas, para me calar, que não era nada comigo, que era com a organização do pingo doce, porque ela só tinha duas coisas e que como tal não tinha que ficar mais de 5 minutos na fila, muito menos a ser passada a frente por pessoas saudáveis, que todos os dias presenciava injustiças destas mas que hoje não lhe apetecia ter ficado calada, e solta um *puf* ou um *bof* e olha para mim de lado e para eu me limitar a minha insignificancia se fizesse favor.
Não fiz, gritei-lhe de volta: POIS NÃO, APETECEU-LHE DIZER MERDA! QUE É O QUE DEVE SAIR DESSA BOCA TODOS OS DIAS!!
E vim-me embora. Porque há coisas que me irritam muito, muito muito, e eu não me posso irritar, elevam-se-me os níveis de cortisona e impacienta-se-me o pequeno aneurisma.
E pronto, pode ser que entretanto lhe tenha acertado com ou outro predigoto e lhe tenha pegado a gripe, que por acaso acho que não tenho porque tenho cá na ideia que já a tive há duas semanas.
Entretanto esqueci-me de comprar açucar, mais uma vez.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Composição sobre o Outono


outono, originally uploaded by supertatas.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

: )

>>Aqui está a minha participação!<<
agora ficam a conhecer a razão de ser deste post, mas, enfim, o que conta é a intenção :P

Fruta

- Mamã, mamã, quero uma cheira bem!
- Queres o quê??
- Uma cheira bem!


Era isto:


domingo, 1 de novembro de 2009

Diz que sou eu : )


diz que sou eu : ), originally uploaded by supertatas.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Andar, andar, andar

Nada tem tanta graça como andar :)

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Segundo o meu filho, esta estátua é de um senhor chamado Marquês com Balde.


quinta-feira, 24 de setembro de 2009

E ao quarto dia

Apareceu o ranho!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Logo pela fresca

Durante o duche matinal, este Minúsculo abriu-me a cortina de banho e gritou, enquanto abanava o seu indicador direito:

NÃO! ACABOU! A MÃE CANTA MAL!

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Dia

De fim de férias e de regresso à escola para este Minúsculo.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Pequenas pérolas aos dois anos e meio

"Olha mamã, não há lua. A mamã tem que ir comprar".

"A mamã ?"- pergunta ele ao pai.
"Está na cozinha" - responde o pai.
"As mulheres são na cozinha".- diz ele.

Enquanto fazemos puzzles (ele chama "joguinhos" aos puzzles):
- "A mamã está a fazer joguinhos. A mamã faz companhia ao Manel."


Como se pode ver, já não está afónico. E ainda bem :)

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Doença de Crupe

E porque cá em casa tudo o que é doença esquisita entra, o último susto foi provocado pelo CRUPE, uma doença que afecta as vias respiratórias superiores. A laringe, faringe e cordas vocais incham, podendo provocar a asfixia. Ficou com febre de 39.5 e totalmente afónico com uma tosse horrível. Fui a correr com ele para o hospital onde o trataram com aerossol de adrenalina e mais não sei quantos medicamentos para tomar em casa.
Hoje felizmente que já está melhor.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Por aqui ainda andamos a banhos : )


a banhos, originally uploaded by supertatas.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Regresso


Regresso, originally uploaded by juliana_way.

O 1º dia de infantário pós-férias tem sempre um tom dramático. Apesar do Manel falar dos colegas e educadoras durante as férias, hoje deixei-o num pranto. Ao princípio correu tudo bem, falou com toda a gente, foi ao colo da educadora mas passado pouco tempo, foi mudando de expressão, provavelmente quando percebeu que ia lá ficar e eu me ia embora. Começou a chorar, quis o meu colo e nada do que eu lhe dissesse o acalmava. Acabou por ir à educadora outra vez e quando saí e passei junto da janela, ele ainda chorava.
Não sou uma mãe nada "maricas", mas estes primeiros dias são angustiantes, talvez porque me reveja um pouco nele e me sinta regressar aos meus próprios medos nos dias em que ia para a escola em Setembro. Sei que tudo vai passar e provavelmente, daqui a uma semana já o vou buscar sem que ele queira vir comigo, mas ainda assim custa.

As férias correram bem, exceptuando a amigdalite que ele teve logo no segundo dia. Fomos ao centro de saúde local e receitaram-lhe antibiótico. Depois disso, foi sempre a andar, ou melhor, a correr, na praia, no jardim, a jogar à bola e a dar mergulhos.

Agora os dias estão a ficar mais pequenos e é tempo de voltar às velhas rotinas.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Fim de férias


Fim de férias, originally uploaded by juliana_way.

dias de praia


avô e neto, originally uploaded by supertatas.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Minúsculo estreia-se no sushi


sushi, originally uploaded by supertatas.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

EHPAH!!! : |

A birra de shopping é das coisas mais desagráveis que os pais têm que gerir, a trela, para mim, é a coisa mais horrivel que inventaram para as criancinhas, mas, as duas juntas, errrrrr, nem sei que dizer O.o

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Sobre as férias

Correndo o risco de desvendar um segredo, não resisto a divulgar aqui o site onde encontrei casa para alugar. Aviso já que não gosto de grandes badalações em férias, quero é paz e sossego e quanto menos gente melhor. Depois do desastre no ano passado na Manta Rota, onde fui ao engano, pensando que aquilo era uma aldeia calminha no Algarve tendo levado com a discoteca da Maya a 100 metros e toda uma população do tunning, este ano queríamos algo mesmo longe de tudo, se é que em Agosto se consegue isso.
A 1ª semana de férias estaremos em parte incerta, algures entre Aljezur e a Carrapateira, numa casinha com dois quartos e jardim por uns módicos 450 € sete noites e na semana seguinte, estaremos em frente à ria Formosa, na tal casa de pescadores encontrada neste site:
Há casas para todas as bolsas, na serra, cidade ou junto à praia.
Para quem gosta de férias "faça você mesmo", com peixinho fresco comprado no mercado, longe dos bares da moda e dos famosos da nossa praça, aqui encontrará de certeza a casa certa para uns dias calmos.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Passeios de verão

Infelizmente e tal como 50% dos portugueses cujos filhos frequentam escolas públicas ou IPSS, também eu tenho de tirar férias em Agosto.
A vantagem, é que nesta 1ª semana estou por cá, porque o meu marido continua a trabalhar e só vamos para a Costa Alentejana no Sábado. Até lá, há que aproveitar o tempo com o M. que anda todo bem disposto e falador para ir a sítios a que normalmente não iria.
Hoje fomos andar de teleférico na Expo, coisa que nunca tinha feito e que juro não voltar a fazer. Ele divirtiu-se mas eu estive aqueles (longos) minutos cheia de vertigens.
A expo estava praticamente vazia, com lugares para estacionar e sem filas para nada. Um luxo!
De tarde, depois da sesta, às quatro horas saímos de Lisboa para a Costa da Caparica, Praia de São João. Tempo do percurso (porta a porta): meia hora. Frase do dia:
- Este senhor está a cantar! (o homem que vendia gelados e línguas da sogra)
Ficámos lá até às sete e depois de muitos banhos, corridas e jogos de futebol viemos embora, a ver o "Quisto Gay" (Cristo Rei, para quem não leu o post anterior) e sem fila na ponte.
Até sexta feira conto ir a Cascais, fazer um almoço seguido de piscina no jardim e ir à Quinta Pedagógica dos Olivais. Ainda temos os jardins de Belém, o CCB e uma ida ao Castelo programada. Só fica em casa quem quer.
Quinta-feira de manhã já está reservada - vamos novamente ao Hospital, consulta de hematologia repetir as análises para ver como andam as plaquetas. Pela boa disposição com que ele está, tudo indica que andam bem. Vamos ver.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Mudanças

Eu estava convencida que o meu filho seria uma criança fácil, que não seria preciso embalá-lo ao colo para adormecer, que dormiria a noite toda sem interrupções, e que não faria birras.

Mas enganei-me: entrámos na fase do choro quando se diz "Não!", quando o deitamos na cama, quando lhe pomos soro fisiológico no nariz, quando temos de medir a febre ou colocar o supositório.

Agora é que se acabou mesmo o sossego.

:)

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Compro em 2ª mão

(entretanto, a Tatas emprestou-me, obrigada)

Alguém tem uma cadeira destas (até aos 18 kg) em bom estado que queira vender?
Está aberto o leilão.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Sesta


sesta, originally uploaded by supertatas.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Do desfralde I



Bacio - 0 Chão da cozinha - 1


terça-feira, 14 de julho de 2009

Os babyblogs

Nem sempre os babyblogs são honestos. Basta percorrer uma lista de 10 ou 20 para pensarmos : "meu deus, eu sou uma péssima mãe".
Isto porque as pessoas têm tendência (e é uma opção legítima) para escrever apenas as coisas boas de ter um filho. As politicamente correctas dir-me-ão :"São tudo coisas boas. Há é umas menos boas". Treta. É mentira. Há alturas em que as coisas correm mesmo mal. Em que os miúdos nos hostilizam. Em que dizem que não querem a mãe querem é o pai. Em que para qualquer acção há gritaria e birra. Em que mudar uma fralda, dar a comida, dar banho ou vestir são tarefas unicamente possíveis para um monge budista. É muito muito desgastante.
Por isso é que me custa não encontrar muitos blogs a falar disto, destas fases, em que nos sentimos perfeitamente impotentes e incapazes como mães. E quando digo "blogs a falar disto" não é aquele género de discurso típico "ai o meu filho tem uma personalidade muito marcada" ou "o meu pestinha cuspiu-me para cima, que adorável". Não. Falo do ponto de vista do pai ou da mãe.
A pressão é muito grande. A pressão dos outros sobre nós. Sobre a maneira como educamos, como brincamos, como conduzimos os nossos filhos. Só depois de os termos é que sabemos. E não é quando têm 5 ou 6 meses. Não. Esta é até agora a fase mais complicada do meu filho. Estamos todos a passar pelo mesmo ? Provavelmente estamos, mas poucos são os que o admitem. Admitir que todas as teorias que tínhamos sobre "como lidar com birras" vão por água abaixo. Admitir que afinal, de vez em quando vamos deixá-lo dormir na nossa cama, porque temos de dormir e estamos exaustos.
Ter um filho é óptimo. É o melhor que há. Mas tem momentos lixados, em que nos deparamos com a nossa total incompetência e isso mexe mais fundo do que se imagina.

sábado, 11 de julho de 2009

E aos dois anos e dois meses


Sem grades, originally uploaded by juliana_way.

tirei as grades da cama do Manel. Será que me vou arrepender amargamente?
Por via das dúvidas a grade ficou à mão de semear.

Jardim da Estrela


Jardim da Estrela, originally uploaded by juliana_way.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Post longo e a falar de doenças


legos, originally uploaded by juliana_way.

Tenho estado ausente do blog. Esta ausência deve-se a uma (já mais calma) fase de doença do M. que começou com umas análises ao sangue para avaliar o crescimento dele nas quais se detectaram valores alarmantes (segundo o pediatra dele), não relacionados com o crescimento mas sim com o sangue. Só se queria apurar se ele era baixinho e no instante a seguir está a ser seguido no hospital de dia (de Santa Maria) na especialidade de Hematologia Pediátrica. As 1ªs análises que fez, as tais para ver se era baixinho deram valores de plaquetas muito baixos, o que poderia indiciar doenças terríveis (leucemia, hemofilia, e outras que tais). No entanto, ele não tinha qualquer outro sintoma, pelo que, de há quase 2 meses a esta data tem sido picado 1 vez por semana para recolha de hemograma e controlo das plaquetas.
O que pode causar isto? Ainda não se sabe, mas ao que tudo indica, terá sido uma infecção viral (deu positivo o citomegalovirus) que atacou a medula, baixando as plaquetas a níveis que, apesar de não suscitarem preocupação em relação a hemorragias, são preocupantes porque são muito baixos. Agora só será picado novamente em Agosto, porque entretanto as plaquetas têm estado a subir o que é sinal que o organismo dele está a recuperar.

O que é curioso e animador é que em nenhum momento ele apresentou qualquer alteração: continua a comer bem, a dormir e a brincar e isto só se descobriu por mero acaso.
Também se descobriu que o M. tem um nível bastante baixo de depósitos de ferro, o que poderá explicar alguma irritabilidade, infecções recorrentes e outro tipo de sintomas e por isso mesmo está a tomar um suplemento de ferro.

Pensei bastante antes de colocar este post, porque não quero ser alarmista, sobretudo agora que já estou mais descansada depois de ouvir várias opiniões. No entanto, depois de várias pesquisas que fiz e particularmente em relação à carência de ferro, cheguei à conclusão que são vários médicos a sugerir que por volta dos 2 anos de idade as crianças devem fazer um hemograma, porque a carência de ferro pode trazer sequelas graves se não for tratada.

Tirando esta situação que nos arrasta em preocupação constante (como digo, já mais amainada) temos tido birras e mais birras, excesso de mimo, uma urgente necessidade de ter um irmão e sobretudo férias: férias daquelas em que não se pensa em nada, em que não há horários, apenas boa vida e gargalhadas. Ele já começa a acusar algum cansaço da rotina da escola e tem feito "fita" para ir para lá. Está quase. Em Agosto lá vamos nós e 8 milhões de portugueses.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Aqui

Já não há mais dentes para nascer. Pronto. Finalmente.

terça-feira, 30 de junho de 2009

Eu podia gravar uma birra deste Minúsculo

Mas entretanto encontrei uma birra igual no youtube e assim tive menos trabalho : )

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Basta

Uma pessoa demorar-se um pouco mais no duche, por ser dia da esfoliação semanal, para ficar sem saldo no telemóvel; este Minúsculo ligou para praticamente toda a gente do speed-dial! Pxé!

segunda-feira, 22 de junho de 2009

"As crianças aprendem por imitação"

Este Minúsculo diz Obrigada em vez de Obrigado.
Passarei a falar mal para que ele aprenda a falar bem : )

Os 2 anos chegaram

E desde há uma semana para cá tem sido uma fita para ir para a escola. Desde que saímos de casa que vai o tempo todo a chorar e a dizer:
- Não quero escola!!!! Não quero Ana (a educadora).
Chegamos lá e o berreiro continua:
- Ao colo da mamã!!!!
Fico desfeita porque o deixo a chorar. Hoje lá se conseguiu distraír à janela a ver o cão e quando cheguei à rua já não chorava. Passa o dia bem, mas sempre muito agarrado à chucha e ao boneco.
Da escola dizem-me que as birras estão a começar. Ele que não era nada assim, basta contrariá-lo para começar a gritaria e o bater o pé.
Espero que seja uma fase temporária.

domingo, 21 de junho de 2009

Já há muitos meses

Que este Minúsculo não adoecia e não me pegava nada.
Estava tudo a correr bem demais; andávamos pelo país a passear, a ir à praia todos os dias, a comer gelados e ameijoas, enfim...
Tinha que ser este fim-de-semana para ficarmos os dois em casa fechados no dia mais comprido do ano, com os 30 graus de temperatura ambiente mais os 39 dos nossos corpinhos, enroscados um no outro porque, claro, o que é agradável nestas alturas é querer colo o dia todo : |
Culpo o ar condicionado, esse putedo!

esse antro de ácaros geradores de diferenças de temperaturas brutais mas essencial à sobrevivencia de qualquer criança que viaje naquelas cadeirinhas para os automóveis, horriveis as cadeiras porra! bem que podiam inventar algo mais fresco.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Uma semana sem o ver

Este blog está meio parado.
Eu estive de férias a 6000 kms de distância. Sem o meu filho que ficou cá com o pai. E digo-vos: não repito a experiência. Uma semana sem o ver. Foi muito duro. Quando voltei tudo me parecia novidade: a cara, a voz, nada parecia na mesma. Uma semana.
O M. está habituado a passar temporadas com os avós (fim de semana no máximo). Mas eu não estou habituada a estar tão distante dele e apesar de me considerar uma mãe bastante liberal e de ter um filho desenrascado e independente, foi um reencontro muito emocionado.
Basta uma semana para eles saberem novas palavras, fazerem frases completas e nos manifestarem que sentiram a nossa falta. Como?
M. - Mamã, senta aqui (dando palmadinhas no chão para eu me sentar).
Eu - A mamã é o quê?
M. - A mamã é linda (juro que aprendeu isto espontaneamente :P
Estou uma lamechas.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Profunda vénia

Um grande bem-haja a quem decidiu comparticipar o Singulair : )

Superloiras




É o que dá deixá-lo com o comando da televisão na mão.
Quando cheguei à sala, era este o canal escolhido.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Uma manhã

UMA MANHÃ INTEIRA!
Para este Minúsculo, sim sim, ele próprio, levantar o seu cartão de cidadão, porque da outra vez que eu lá estive, outra manhã inteira!, sentadinha a ler um livro e a ouvir as desgraças das outras pessoas, à espera que chamassem o meu número não mo quiseram dar; tem que ser o próprio a levantá-lo pessoalmente.
Três horas e meia depois de termos chegado, depois do sistema ter ido abaixo umas 20 vezes e depois de mais 20 peixaradas de uma senhora na fila que não nos queria dar prioridade, lá voltou para casa um cidadão, mas não sem a promessa de eu lá voltar ainda esta semana para corrigir os dados errados. 
Hoje teria sido um dia muito lindo para uma daquelas birras de se atirar para o chão e gritar desalmadamente, ter-me-ia dado um jeito do caraças!, mas não, esteve muito bem disposto. Enfim.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Hoje veio da escola com uma dentada no braço

Reparo que foi alguém sem caninos. Hummm.

Aquisição


Esta é a nossa mais recente aquisição. Um lavatório da Imaginarium que facilmente se encaixa e retira do rebordo da banheira para que o M. lave as mãos e a cara antes de sair de casa e antes de deitar. Tem tampa, espelho e copo e fica mesmo na altura ideal para eles. Acabaram-se as lavagens de mãos no bidé.
Custa 34.90 € e pode ser utilizado dos dois aos sete anos.
(foto retirada do site da Imaginarium)

Após três dias de festividades

E um de descanso, fomos hoje ao Soutôr para a consulta dos dois anos; está tudo muito bem, diz ele, inclusivé o facto de já estar no percentil 5 de peso (isto tem vindo a decrescer) - é muito activo, nada tema, mais saudável que isto que não há! - e pronto, meia hora e 15 euros mais tarde, este Minúsculo seguiu para a escola e eu para a farmácia: mais vacinas!
(Reforço da varicela e a primeira dose da hepatite A.)

domingo, 31 de maio de 2009

Estou

Muito contente com estes dias de calor, que espero que tenham vindo para durar, porque não há nada que ache mais adorável do que um bebé só de fralda e chucha, muito embora o meu já esteja para as largar e de bebé já tenha pouco; nem um único refeguinho para amostra, faz peninha : (
(Edit: é preciso eu abrir a boca para cair um nevoeiro obsceno que nem me deixa ver o prédio da frente!)

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Dois anos

DOIS!!!
passa a correr, snif

dois!, originally uploaded by supertatas.

terça-feira, 19 de maio de 2009

1 minuto


asneira, originally uploaded by juliana_way.

Ontem enquanto ele fazia as plasticinas disse-lhe que ia deixar a banheira a encher para lhe dar banho enquanto preparava a roupa para ele vestir a seguir.
Abri a torneira.
Fechei a porta da casa de banho.
Fui ao quarto dele buscar um body e uma fralda.
Não demorei nem um minuto.
Quando voltei, ele já não estava ao pé das plasticinas.
Chamei-o. Nada.
Chamei de novo. Nada.
Entrei na casa de banho e foi este o lindo espectáculo com que me deparei:
sozinho, conseguiu abrir a porta da casa de banho, trepar e atirar-se para dentro da banheira já cheia de água.
Felizmente não aconteceu nada e ele estava todo contente. Deixou de estar rapidamente com a descompostura que levou.
Depois, passou o resto da noite a dizer "muito mal , muito mal" a imitar-me porque eu lhe disse que se tinha portado mal.

A cena está filmada (estas duas fotos são stills do filme).

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Chega a esta hora

Mais ou menos, e há um pato de borracha no wc que começa sempre a grasnar.
AHAHHAHAHAHAHA é assombrado!

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Ontem, deitado entre nós os dois, porque não queria adormecer depois do biberon da meia-noite (estava com medo do barulho da máquina do pão).
Fez-me uma festinha e eu disse-lhe que ia dormir. Comecei a fechar os olhos, para ele percebe que era hora de adormecer:

- ÓOOOlha! O olho caíu!!!!
(quando as minhas pálpebras se fecharam).

quarta-feira, 13 de maio de 2009

As pull-ups

Da Huggies têm o Lightning mcQueen!!!
Que mais poderá fazer um rapaz de um-ano-onze-meses-duas-semanas-e-um-dia assim tão feliz?

terça-feira, 12 de maio de 2009

Ainda do desfralde,

Lembrei-me que tinha um livro da Gina Ford - essa nazi dos bebés! -, e fui buscá-lo.
Ao que parece, antes de iniciar o processo devemos avaliar se os miúdos estão prontos para isso de acordo com os seguintes preceitos:


desfralde, originally uploaded by supertatas.
(ver maior)
Sendo assim, este Minúsculo está pronto, vamos lá a ver.

A educadora

Hoje, pediu-me autorização para começar o desfralde!
Temo o pior : /

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Mamã,

Disse ele :)

domingo, 10 de maio de 2009

Temo

Que este Minúsculo ande com desejos de um irmão mais novo!


a passear o G., originally uploaded by supertatas.

Banhos ao final do dia #2

Esta semana depois da escola; oficialmente aberta a época-balnear-da-máquina-descartável : )


depois da escola, originally uploaded by supertatas.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Banhos ao final do dia


banhos de luz, originally uploaded by juliana_way.

terça-feira, 5 de maio de 2009

A consulta dos dois anos

...correu muito bem. O M. esteve bem disposto (normalmente está a chorar o tempo todo), brincou com o médico, falou, comeu bolachas de chocolate (que eu nunca lhe dei mas o Dr. estava a comer umas e o M. pediu com cara de criancinha subnutrida) e riu-se muito das cócegas que o médico lhe fez. Este ficou muito surpreendido com o "despacho" dele, das coisas que diz e do quão sociável é. E é verdade. O miúdo é um bem disposto, está sempre a dançar e a rir e agora que já faz frases inteiras, tenho de fazer um esforço para não me desmanchar quando ele vai no carro a dizer "a baleia pica", "o balão voa", "o cão morde". E depois tem um léxico que me deixa algo embaraçada. Agora, além da "fufa" (fruta) descobriu as maravilhas da "pachachinha" (sim, ele diz isto com todas as letras) referindo-se à plasticina.
No entanto nem tudo são rosas e como o M. está no percentil 5 de altura (mede 82 cm com 2 anos) vai ter de fazer RX ao pulso (para determinar o crescimento ósseo) e uma série de análises ao sangue para determinar as razões desta baixa estatura. O médico diz que não é grave, porque os pais são baixos e provavelmente é daí, no entanto, vai investigar. Mandou-o também fazer um audiograma para determinar a natureza das otites que tem tido quase todos os meses.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Já há uns dias valentes

Que voltou a dormir a noite inteira na sua cama, e hoje deitei-o e saí do quarto, ele adormeceu sem stresses sozinho depois da história, sem meia hora de festas na glabela. Será que estamos a voltar à normalidade? 3 meses depois?
Seria tão bão : ' )

Tivémos um convite inesperado

Para irmos passar o dia da Mãe ao Zoo participar em algumas actividades especiais, e claro, visitar o resto do Zoo ao nosso próprio ritmo pelo o dia a dentro se assim desejássemos. 
Infelizmente só aceitámos metade do convite, porque, se por um lado, o Pai e eu já tinhamos combinado passar o dia do seu segundo aniversário no Zoo, por outro, tinhamos também as habituais festividades de família para cumprir. Mas, claro, não podiamos deixar passar a oportunidade e participar em actividades como alimentar Lémures, dar festas a tatus e doninhas fedorentas, pegar em araras etc.
Tanto este Minúsculo como a E. e a A. adoraram e provaram ser bem destemidos!!
Estou agora em pulgas para que chegue o dia do seu aniversário para irmos lá passar o dia à séria - de sol a sol com direito a farnel e piquenique à antiga! - e ver a reacção dele aos seu amados elefantes, leões e golfinhos : D
O Zoo está de facto um sítio espetacular . Snif : ' )


o frente a frente, originally uploaded by supertatas.

domingo, 3 de maio de 2009

Feliz dia da mãe : )

Dias felizes, todos, os que as mãe passam com os filhos!


voas lá no alto, originally uploaded by supertatas.

sábado, 2 de maio de 2009

Este Minúsculo

Gosta tanto de carros que até eu já dou por mim a andar na rua e a parar para apreciar carros : )


hoje vi este carro, originally uploaded by supertatas.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Acerca do 2º aniversário

- A festinha na creche não correu bem. Os outros meninos estavam divertidos e ele sempre a chorar.
- A festa em casa com a família correu muito bem, fartou-se de brincar e dançar.
- Foi para a cama à meia noite. Passada meia hora acordou a dizer Dói Dói apontando para o ouvido. Uma noite dos infernos, só adormeceu deitado em cima de mim, com a cabeça no meu peito.
- Ontem fomos ao médico. Esperámos 3 horas na urgência. Diagnóstico: 1 otite em cada ouvido. Antibiótico, aerossol, actifed e mais uma resma de remédios.
- Hoje acordou como se nada fosse. Já comeu papa (ontem esteve só a leite) e está muito bem disposto.
- Daqui a pouco vamos passar o fim de semana fora.
Até Domingo!

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Lembro-me

Que a minha mãe, quando o meu irmão era pequeno, usava uns sprays nos colchões, cortinas, almofadas etc para matar os ácaros. Ele era muito alérgico e o médico mandava fazer essas coisas com regularidade.
Ora ando aqui numas limpezas de primavera e estava a pensar em usar uma coisa dessas no colchão deste Minúsculo, ou se valeria a pena usar, visto que ele não sofre muito destas coisas.
Tenho até a impressão que vi isso na tv aqui há dias, mas, fico na dúvida porque o senhor da farmácia disse-me que isso já não se usa há anos, que foi tudo retirado do mercado. Não me convenci muito e saí de sobrolho levantado.
A pergunta é, para a mães dos mais problemáticos, isto é verdade? Saiu mesmo?
E se não saiu, o que usam? 

terça-feira, 28 de abril de 2009

Semana de aniversários

Quase a terminar este dia em que faço 32 anos e começar o dia em que o M. faz 2 anos.
Para não variar e porque é uma tradição no meu dia de aniversário, estou com uma grande constipação. Recebi flores e miminhos das pessoas que gosto, mas amanhã é que há jantar cá em casa com a família para festejar estes dois dias.
Há dois anos atrás estava eu ENOOORMEE em casa com o Nuno, em processo de mentalização, porque a partir do dia seguinte, tudo ficaria diferente. E ficou mesmo. E ainda bem.

E hoje,

Aprendemos como ladram os cães em mandarim:
Huãng Huãng!
Muito útil : )

Dentes

Depois de umas noites mais difíceis, já tem dois dentes bem reluzentes a nascer :)

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Deolinda

Diálogos ao fim da tarde:

Sara - Queres ouvir música?
(diz que sim com a cabeça)
Sara - Qual?
M (com muita veemência) - Mamã!! FON-FON-FON! Aquela! (e aponta para o iPod)

Os Deolinda são a sua nova paixão. Ponho o Fon Fon Fon e ele desata a dançar como se estivesse no rancho folclórico de Laveiras.

domingo, 26 de abril de 2009

Está a ficar um homem grande

Este Minúsculo.
Hoje gritou corre! corre! e força! e oh meu deus! durante o FCP-Victória de Setúbal e disse mais!!! mais!! quando viu as maminhas da Maria João Bastos no fim do episódio do Equador, perdendo todo e qualquer interesse nos carrinhos com que estava a brincar.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Foi assim,

Depois de sairmos da escola, sentei-o na cadeira do carro, respirei fundo, tirei a xuxe-neo-baby do bolso e enfiei-lha pela goela. Nem teve tempo de ver o que lhe aconteceu, e nem reclamou! UPA!
Depois do jantar, deu-lhe para o exame; começou a olhá-la com rigor, rodopiou-a e deitou-a para o chão com o sobrolho um tanto ou quanto levantado.
Morri três bocadinhos, mas consegui disfarçar. Fui forte e enquanto mordi o lábio e não dei importância.
Mais tarde, com o barulho das luzes e uma fralda de pano à mistura lá consegui que adormecesse com ela sem grande aparato sonoro.

Mas, hey!, só amanhã é que canto vitória!
Obrigada a todas! pou : ' )

Comprei

Uma xuxe Neo-Baby 4+ (apesar de me parecer ligeiramente maior que a Chicco 6+ e da forma por fora ser diferente) e guardo comigo alguma esperança para a noite de hoje.
Wish me all the luck *

quarta-feira, 22 de abril de 2009

A panca

Deste Minúsculo pelas nojentinhas chuchas de borracha - que, muito embora sejam úteis durante a noite pois não lhe vincam as bochechas, ou nas quedas que não lhe rasgam os lábios, mas que atraem tudo o que é porcaria como se fossem imans - começou muito cedo. E, muito embora eu tenha feito um stock considerável, entre perdidas e mordidas, já só restam duas. Isto porque comprei vários tamanhos e ele recusa as de mais de 18 meses, senão ainda restavam 6 e eu era uma garota bem mais feliz.
Desde que entrou na escola tornou-se um viciado na chucha, em vez de a usar só para dormir como sempre tinha feito, e agora com a aproximação do fim das chuchas tenho concentrado esforços, e mobilizado familiares e amigos, na procura de chuchas daquelas porque tem sido impossível habituá-lo a outro modelo. Sim, acreditem que já experimentei de tudo!, até com carros!!, e se há alguém que gosta de carros é este Mini.
Ainda ontem vieram umas de Espanha que encontrei na net, em pacotes de 3, com tetina fisiológica de latex, iguais a estas pah!, mas, infelizmente, por fora são de plástico. Ainda consegui que, a meio do sono lhes pegasse, mas de manhã quando acordou e viu que tinha dormido toda a noite com aquilo só não me mandou para o ca%"#/&o o porque ainda não aprendeu essa palavra. Foi uma cena macaca logo pela fresca, para começar o dia a abrir bem a pestana. Podia jurar que foi para a escola aborrecido comigo e tudo.
A Sofia disse-me que na pré-natal há umas muito parecidas, para eu tentar. Mas, AI!, parecido não é igual e eu preciso agora de um tempo para me recuperar deste confronto em particular e de mais uma derrota em geral. Uf.


a chucha, originally uploaded by supertatas.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Quase com dois anos

Observo com agrado a evolução do M. nas últimas semanas. Como diz a educadora dele, "ele deu o salto", sobretudo no que diz respeito à capacidade de se focar nas coisas que lhe propomos e, mais importante ainda, na maneira como reage quando é repreendido por alguma asneira.
Se antes perante um "Nãaaao"! aceso começava a rir-se e a fazer pior, agora olha para nós com um ar sentido e desata num pranto. Finalmente parece que a palavra não já ecoa na sua cabeça e percebe que se a dizemos é porque estamos desagradados com ele.
A sua personalidade já começa a ter contornos definidos e ver esse rascunho tornar-se real é absolutamente fascinante. Apesar de continuar a ser um miúdo que não pára, são já mais frequentes e alongados os tempos em que se fixa numa brincadeira, seja com as molas da roupa, a fazer desenhos ou a ver livros. Em contrapartida, a bola e a dança são os seus passatempos preferidos. Ontem tinha deixado o ipod ligado na cozinha, ligado a umas colunas e não sabia onde ele andava. Quando entrei na cozinha, estava a dançar sozinho ao som dos Nouvelle Vague. É giro ver que estas são as coisas que lhe dão gozo, que não as faz por gracinha, para nos rirmos.
As palavras com que comunica são cada vez mais, apesar de ter umas bem caricatas, como "guelvinha" (relvinha), "tufa" (chuva) e "pumba" (espuma).
Faz-me passar vergonhas, entra na padaria e faz um ar de drama a pedir pão, entra no quiosque e vai desarrumar as revistas e como Alfama é uma aldeia, já muita gente o trata pelo nome. Espero que se mantenha assim bem disposto e sociável.

domingo, 19 de abril de 2009

Todos os dias

Aprende palavras novas. Muitas! É à razão de 3 ou 4 por dia. Uma euforia, portanto.
E repete tudo o que ouve. Agora não se pode dizer nada sem se pensar 3 vezes primeiro.
No outro, dia quando foi comigo lanchar com umas amigas, disse:
Olá gajas!

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Portugal dos pequeninos : )


Portugal dos pequeninos, originally uploaded by supertatas.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Chegaram

Hoje, as notas do segundo período.
Foram melhores que as do primeiro, por isso, achei que o devia recompensar com um miminho.
Como agora decidiu que já não gosta nem de gelatina nem de morangos, comprei-lhe uma action figure do Dr Manhattan; para que se vá acostumando ao conceito do paradoxo espacio-temporal.
Decerto que apreciará e dentro de pouco tempo tornar-se-á num mestre da mecânica quântica.
: ' )

A propósito da Vacinação

A partir de um post daqui, achei que este tema daria uma boa entrada para o Babygrows.

A crescente corrente de pais que optam por não vacinar os seus filhos é um assunto preocupante. Ao contrário do que a maioria das pessoas poderá pensar, o Plano Nacional de Vacinação (PNV) não é obrigatório. Para quem não o queira cumprir, basta assinar um termo de responsabilidade, que será apresentado nas escolas ou noutros locais onde normalmente é exigido o boletim de vacinas.
Esta leveza leva-me a temer que muitos pais não vacinem os filhos porque é mais prático andar com um papel do que levar a criança várias vezes ao centro de saúde.

Existem vários mitos em torno da vacinação, mas o que mais despoletou esta fúria anti-vacina foi um estudo publicado na revista Lancet (1998) que relacionava a vacinação com o surgimento do autismo. Apesar deste estudo ter sido mais tarde “condenado” por vários cientistas, por falta de sustentação, esta foi uma ideia que se espalhou, fazendo com que os pais não arriscassem vacinar os filhos.
No entanto, grande parte dos pais que se recusa a vacinar os filhos fá-lo por convicção ideológica ou “filosófica”, baseando-se na teoria de que as vacinas são apenas um meio para engordar a indústria farmacêutica.

No meu entender, a vacinação devia ser obrigatória por uma simples razão: ao escolher não vacinar, estes pais estão a pôr em risco a vida dos seus filhos e dos filhos dos outros. Mais ainda, todas as populações com imunidade reduzida (idosos, recém-nascidos, doentes infecciosos) ficam igualmente em perigo.
Sou absolutamente a favor da escolha dos pais em assuntos que não interfiram directamente com as outras pessoas. Um pai pode e deve escolher se quer recolher as células estaminais no nascimento do filho, pode e deve escolher se quer colocar o filho na creche, pode e deve escolher que tipo de ensino a criança deve seguir, porque nenhuma destas escolhas põe em risco o próximo, porém, um pai que decida não vacinar o filho devia ser responsabilizado judicialmente.

Se a tendência de não vacinar os filhos continuar, pelos hipotéticos riscos não provados que as vacinas possam ter, assistiremos certamente ao ressurgimento de doenças infecciosas como o sarampo e ao aumento do número de casos mortais. É urgente, neste caso, que as dúvidas legítimas sejam completamente esclarecidas e que todos assumamos a nossa responsabilidade perante o resto da sociedade de seguirmos os programas de vacinação vigentes, se não o fizermos pela nossa própria saúde e dos nossos filhos (in Ciência Hoje).

terça-feira, 14 de abril de 2009

Diálogos matinais

figura silvestre diz:
fui levar o Minúsculo à escola e diz uma miuda: 
olha, a mãe do V. tem as maminhas a abanar, não traz soutien!
Saritão diz:
AHAHAHAHAHAHHAHA
Saritão diz:
nao é possivel
Saritão diz:
: /
figura silvestre diz:
juro-te!
Saritão diz:
mas era mais velha que ele não?
figura silvestre diz:
sim claro
figura silvestre diz:
dos 5 anos
Saritão diz:
e não levavas soutien?
figura silvestre diz:
a mesma que anunciou que eu tinha cortado o cabelo
figura silvestre diz:
a cusca de serviço, portanto
figura silvestre diz:
oh, tantas vezes que não uso soutien
Saritão diz:
libertina!!!
figura silvestre diz:
mas passarei a usar sempre que for à escola
Saritão diz:
não fazes mais que a tua obrigação
Saritão diz:
vestir com decoro

segunda-feira, 13 de abril de 2009

No parque

Andava o Minúsculo escorra-acima-escorrega-abaixo quando um menino ficou parado a meio sem se mexer nem reagir aos seus empurrões, o que o deixou meio irritado. 
A mãe do menino corou de vergonha e pediu-me desculpa, ora!, desculpa pedi eu!, que afinal o meu filho é que estava a empurrar o dela. 
A senhora sorriu-me, perguntou que idade é que ele tinha, quase dois, disse-lhe eu. Ficou comovida, disse que foi nessa idade que perdeu o filho; que ele deixou de lhe falar e de responder ao nome, entre outras coisas. Tempos mais tarde foi-lhe diagnosticado autismo.
Confessou-me que tem muito medo de sair de casa, que as pessoas olham de lado e que muitas vezes fazem comentários muito desagradáveis e recriminam-lhe o comportamento.
Acho que todos deviamos estar mais sensibilizados, tentar perceber e não julgar a linguagem deles. Ah!, e apoiar mais os pais, nem que seja com um sorriso apenas : )

sábado, 11 de abril de 2009

O empurrador de patos


empurrador de patos, originally uploaded by supertatas.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Às 07:30

Fui para a fila.
Às 09:30 foram lá ter; o filho e o pai.
Às 09:37 o filho caiu em frente da conservatória: fez um galo, esfolou o nariz e rasgou os lábios.
E pronto, assim ficou - a segurar dois carros, de olho ao peito, sangue pisado e muitíssimo orgulhoso do hematoma - na fotografia, para a posteridade : ' )
Às 10.15 já estávamos despachados, fomos para o parque ganhar mais uns arranhões aqui e ali.
Agora já estamos em casa, a pôr gelo e mimos.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Sinto-me velha quando

Leio a seguinte notícia:
"Kurt Cobain morreu há 15 anos."

Tinha eu chegado de um acampamento na Holanda e os meus amigos com um ar deprimido e choroso dão-me a notícia. Fiquei meia atordoada e com pena de não os ter visto ao vivo pouco tempo antes. No entanto, os Nirvana não eram os meus preferidos. Os Pearl Jam sim, os Stone Temple Pilots, os Soundgarden e os Temple of the Dog. Ah! e os Smashing Pumpkins.

terça-feira, 7 de abril de 2009

O plágio à Rosa Pomar

Desde que estive grávida e descobri o blog da Rosa Pomar (http://aervilhacorderosa.com/) que me tornei fã do seu trabalho de artesã. A Rosa faz bonecos, slings e outros objectos, com uma minúncia e qualidade que são raros. A Rosa, segundo sei, faz deste ofício o seu modo de vida. A Rosa investe nos melhores tecidos, enchimentos e acabamentos para que cada objecto criado por ela dure uma vida nas mãos de um bebé e acima de tudo seja seguro.
A Oilily, marca holandesa de grande projecção mundial, com pontos de venda em Portugal, especializada em roupa e objectos para crianças, pegou no boneco (ver imagem 1)criado pela Rosa e copiou-o de uma ponta a outra, com a diferença que não se deu ao trabalho de o tornar seguro e com os mesmos acabamentos do original.
Apesar de saber que este alerta já se encontra em vários blogs, creio que é importante chamar a atenção para este descarado plágio, contra o qual a Rosa já se encontra a tomar medidas.
No site da Rosa podem saber mais informações sobre como ajudar a defender os interesses desta artesã portuguesa, que tanto tem feito pelas mães e bebés desse mundo fora, espalhando as cores dos seus slings e bonecos. Boa sorte Rosa.















Imagem 1 - em cima etiqueta da Oilily, em baixo, postal criado pela Rosa com os seus bonecos.

sábado, 4 de abril de 2009

Temos

Um hobby novo que é ver vídeos dos cromos dos Ídolos Portugal no iútubi e rirmo-nos à brava.
: ' )


temos um hobby novo, originally uploaded by supertatas.

Quem quiser pode ver o original desta pérola aqui:
www.youtube.com/watch?v=XjSV_W8jwN4

ou outro muito digno a que este Minúsculo chama "xé xé":
www.youtube.com/watch?v=74o1o0He7j0
ou as minhas favoritas : ' )
www.youtube.com/watch?v=iNS-581pKcU
e amanhã passamos para os do Brasiú:
www.youtube.com/watch?v=xyo64hEP3WM

domingo, 29 de março de 2009

O apanhador de conchas


O apanhador de conchas, originally uploaded by juliana_way.

Algumas notas soltas sobre o fim de semana fora:

- O Algarve é bonito, desde que seja antes de Junho (particularmente a zona de Albufeira).
- Mas que arrefecimento é este quase em Abril?? Para mim não levei meias nem casaco, por isso sofri um bocado com o frio.
- Um café custa 1 €.
- O meu filho baptizou o Cristo Rei de "quisto gay". Acho que depois disto, já nem o baptismo o salva.
- Conseguimos almoçar fora uma vez, sem gritaria, com ele sempre sentado na cadeirinha. Foi uma vitória.

sábado, 28 de março de 2009

Saiu

O número um da revista Playboy portuguesa.
E lá fui, toda eu apolínea, ao quiosque para comprar uma para o espólio cultural do meu mais Minúsculo Preferido. Logo hoje que ele festeja o seu 22º mesiniversário e já o imagino desanimado com a derrota de Portugal logo. (Ou estarei eu a ser demasiado pessimista com a nossa selecção? hmmm)
Mas, achei a capa um desalento tão grande, mas tão grande!, que, para além de me ter vindo embora sem a comprar, achei que devia trazer o assunto à baila até num babyblog :/
Que me perdoe a garota, que por acaso até acho bem gira, mas é que, afinal de contas, temos que zelar pelos interesses dos nossos rapazolas! 
Ora!

quinta-feira, 26 de março de 2009

: )

"La difícil conciliación entre la vida laboral y la vida personal comienza a abrirse camino, al menos en los círculos políticos."

quarta-feira, 25 de março de 2009

Uma entrevista polémica

Nos tempos em que cada vez mais os pais têm medo de dizer não aos filhos, em que os filhos crescem como pequenos ditadores, em que os pais acham que por não cederem às suas vontades vão deixar de ser amados, Aldo Naouri, pediatra líbio lança agora um livro sobre educação.
A entrevista que dá ao Público é bastante polémica, sobretudo porque o jornalista que a conduziu só lhe faltou chamar fascista ao entrevistado.
Trata-se de um discurso de "educar à moda antiga", politicamente incorrecto mas que faz muito sentido nos dias que correm. Concorde-se ou não, vale a pena ler.
Um excerto:
Por isso defende que é preferível educar as crianças de uma forma ditatorial a uma democrática?
Os pais são permissivos porque a ideia da democracia e dos direitos está muito espalhada. Ao criar as crianças de um modo ditatorial e autoritário, estas vão aprender a reprimir. A partir desse momento, compreendem que os outros também existem e, no futuro, serão democratas. Mas, se os criarmos em democracia, como se fossem iguais aos pais, vão crescer centrados sobre si mesmos, vão crescer como fascistas. O que é um fascista? É um indivíduo que pensa que tem todos os direitos.

E o amor é:

Carros!


Lightning McQueen, originally uploaded by supertatas.

terça-feira, 24 de março de 2009

Porque ando irritada

com os valores que a EDP e a Lisboagás me andam a cobrar, digam-me por favor, quanto é que vocês pagam em média por mês?
É que o meu problema é que tão depressa tenho contas de 60 euros como de 115, sendo que, no caso da EDP, se eu aderir à conta certa, a estimativa que eles fazem a partir do meu consumo é de 58 € mensais. Sou só eu que acho isto um exagero ou a electricidade está mesmo cara e eu não me apercebi?
De notar que o único luxo que eu tenho é uma placa de indução/vitrocerâmica. Não há cá ar condicionado, nem aquecimentos centrais nem nada dessas finesses.
Tenho lâmpadas económicas e tarifa bi-horária. Faço à volta de 4 máquinas de roupa por semana e dou as leituras religiosamente todos os meses.
Desculpem o desabafo, mas estes tipos levam-me couro e cabelo!

FUFA!!

FUFA!! FUFAAA!
























Agora é isto. Assim que o sento na cadeira começa a gritaria.
Nem quero pensar da próxima vez que formos a um restaurante. Medo...

sábado, 21 de março de 2009

Consulta de Alergologia

O M. foi a uma consulta de alergologia para se tentar perceber a razão destas inúmeras vezes que está doente. Na verdade, não são doenças graves, são doenças de bebé de infantário, mas se houver alguma prevenção a fazer, melhor.
Fez os testes e não é alérgico a nada: polens, ácaros, flores, fungos, pode andar à vontade em jardins a colher cogumelos.

O que ele tem é uns adenóides gigantescos e assim que a médica olhou para ele disse: "esse nariz não funciona, basta olhar para ele para perceber que ele deve ressonar e tudo".
E é um facto. Só não ressona no Verão, porque faz mais praia.

Saímos de lá com uma receita enorme de tratamento de prevenção e agora durante dois meses vamos ver como é que corre. Se não funcionar, o mais provável é que daqui a algum tempo tenha de tirar os adenóides.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Discurso de dia do pai

"What makes you a man is not the ability to have a child,

it's the courage to raise one."

segunda-feira, 16 de março de 2009

Afinal

Não tivémos descanso nenhum: os segundos molares já estão a romper e estão a causar muita irritação, tanta que este Minúsculo pôs a mão tão lá atrás na boca que, pela primeira vez em um ano nove meses e duas semanas, vomitou : (

Para além da falta de apetite habitual, mimalhice, ranhosidade etc

domingo, 15 de março de 2009

O sol não é para todos

UPDATE
Afinal, além da otite tem conjuntivite, os brônquios atacados e está pequeno para a idade. : /

Para nós este fim de semana não foi de passeio. Novamente doente, o M. não pára de tossir desde sexta-feira, tem febre, muito ranho e uma muito provável otite.

Foi ao hospital de onde saíu com um diagnóstico assim :"Ainda não é otite, tem muito ranho que lhe escorre para a garganta e por isso dê-lhe só Brufen para já e daqui a 3 dias reavalia-se se continuar com febre". Não só continua como piorou.
Amanhã vou ao pediatra.
Como nestas alturas não come nada de sólidos, os salvadores são estes dois:




sexta-feira, 13 de março de 2009

A propósito do pai que deixou o filho no banco de trás do carro

Depois de já ter lido sobre a notícia em vários blogs e jornais online, as única coisa que me ocorre dizer, além de lamentar a morte terrível deste bebé é que nenhum de nós pode julgar, nem para o bem nem para o mal.
No entanto, não posso deixar de dizer, face aos comentários que tenho lido, que o "stress" que hoje é desculpa para tudo não pode ser desculpa para uma situação destas. Do que li, as pessoas dizem coisas como "isto é o que dá vivermos numa correria" ou "isto é fruto do stress horrível em que vivemos". Não estou de acordo. Em stress vivem os israelitas e outros países em guerra que estão sempre à espera que lhes caia uma bomba em cima ou as pessoas que não têm dinheiro para alimentar os filhos. Ter reuniões, ter um trabalho muito absorvente, fazer horas extra não pode ser razão para que uma coisa desta gravidade aconteça. Uma coisa é estar absorto num assunto de trabalho e esquecer os óculos em cima da mesa do café, outra coisa é saír de casa com um bebé, para o deixar na creche e estar convicto que o deixou lá e só se aperceber que isso não aconteceu horas mais tarde.
Não me interpretem mal, a discussão aqui não é o que o pai fez, porque esse, coitado, quer seja condenado quer não seja, terá uma vida miserável. O que assusta é ouvir as vozes que se levantam nestas alturas, culpando os dias de correria, o stress do trabalho e outras minudências. Sim, porque qualquer um destes factores é uma minudência ao pé do que é a responsabilidade de ter um filho e sobretudo, estar atento a ele.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Sol de março

O meu Sol de março : ' )


sol de março, originally uploaded by supertatas.

quarta-feira, 11 de março de 2009

De manhas/manhãs

: )


de manhas/manhãs, originally uploaded by supertatas.

domingo, 8 de março de 2009

No boderline da bronquiolite


Há algum tempo que não escrevo neste blog. Umas vezes não tenho tempo, noutras não tenho cabeça e noutras interesses mais altos se levantam :)


Pela primeira vez na vida do nosso rapaz, passámos uma noite em ambiente não familiar, ou seja, num hotel. E devo dizer que correu tudo bem, apesar de a banheira escorregar. Também pela primeira vez comeu sopa de restaurante. O mais chato foi mesmo o tempo passado na cadeira, que é um autêntico forno, e as sestas curtas, embaladas pelo barulho do motor do carro e pela calçada na rua.


E viemos do fim de semana com um prognóstico que já se fazia adivinhar há algum tempo, atenta a tosse e a expectoração do rapaz: está no borderline da bronquiolite. Venham os aerossóis e o aspirador de nariz (agora a ritmo intensivo).


A ver.

sexta-feira, 6 de março de 2009

A ovelha de Alfama












Hoje, a caminho da creche, depois de uma manhã dos infernos em que, já pronto para saírmos de casa, despejou em cima dele mesmo um copo cheio de água.
Ao passarmos por um cão de raça caniche: 

- Ooolhaaa! O Cão!! (momento de pausa) Um MÉMÉ!

quarta-feira, 4 de março de 2009

O menino do ranho

Ou qualquer criança entre os 12 e 24 meses que frequente um infantário : ' )


menino do ranho, originally uploaded by supertatas.

segunda-feira, 2 de março de 2009

Oh Sara!

Como poderíamos ter um babyblog sem termos uma foto d'O nosso Bebé preferido? : )


Divine Mother & Baby krishna, originally uploaded by supertatas.

sábado, 28 de fevereiro de 2009

E hoje

Que este Minúsculo completa 21 meses:
Saudades de bebés pecaninos!


g., originally uploaded by supertatas.
Mais fotos: aqui.