sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Logo pela fresca

Lá fomos nós à consulta dos 6 meses.
Pela primeira vez usou os pensinhos emla, pus-lhos uma hora antes, e foi uma maravilha, nem sentiu as vacinas, esteve o tempo todo a rir-se e bem disposto, até demais!!; fez xixi em cima do médico, estava sempre a mexer-se em cima da balança a tentar sentar-se à força (quase que não se conseguia pesá-lo), atirou com as coisas que estavam em cima da mesa do doutor para o chão, rasgou o resguardo da marquesa... enfim
O plano alimentar não diverge em nada do que eu já lhe tinha vindo a fazer para tentar culmatar a falta de apetite (que o médico diz-me ser por causa dos dentes), mais diversificado, já com o iogurte, bolachas, leite nº2, carne etc e mandou-me lavar-lhe os dentinhos daquela maneira que já me havia sido recomendada :O
Continua fiel às suas curvas de percentis (mais comprido que gordo) e com um bocadinho mais de cabelo, anda mais simpático e risonho para as pessoas que não conhece, continua muito conversador, muito ginasticado e anda também a adquirir hábitos de leitura muito saudáveis.


leituras, originally uploaded by supertatas.


Como tal, e a pensar no futuro, já lhe estou a preparar um enxoval escolástico :')

a pensar no futuro, originally uploaded by supertatas.

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

E hoje

6 meses e um dente!

terça-feira, 27 de novembro de 2007

A logística diária
























Esta fotografia exemplifica o que é o dia a dia depois do jantar: preparar as sopas (normalmente duas) e as frutas para o M. levar no dia seguinte para o infantário. Depois de o deitar, lá vou tratar de cortar legumes, cozer e bater, descascar frutas e às vezes cozê-las.


Durante estes dias estive ausente porque o M. esteve doente. Um princípio de otite (acho que não chegou a instalar-se) e uma faringite, acompanhadas de muita tosse e mau humor, deixaram-nos de rastos. Lidei particularmente mal com esta primeira "doença" que apesar de saber que é bastante comum com o frio que está e num bebé que frequenta a creche, nos deixa numa preocupação muito grande. Não é só o sofrimento físico em que os vemos, a falta de apetite mas é sobretudo a alteração de humor. Ficou prostrado, em baixo, a pedir muito colo (coisa raríssima nele) e a sorrir muito pouco e isso sim, deixou-me em pânico. Nestes 4 ou 5 dias parecia (eu) um zombie, das vezes que me levantei de noite, da preocupação e de achar que todos os sintomas demoravam muito a passar.

Felizmente que agora já está melhor e anda num pico de boa disposição e de "conversa". Sentar-se não é muito com ele. Prefere estar de pé, agarrado pelos braços a dar saltinhos...vá-se lá perceber.

domingo, 25 de novembro de 2007

Volta e meia

E com uma regularidade que justifica este post, recebo e-mails e recebemos aqui comentários em posts atrasados a pedir o contacto do Dr Mário Cordeiro, ora nem a Sara nem eu o temos como pediatra - e dele temos apenas o Grande Livro da Criança, bem bom por acaso - como tal não o sabemos. Para ser sincera nunca o procurei muito embora já me sinta tentada a fazê-lo; porque me sinto muito impotente face a tanto pedido, embora tema que será tarefa díficil de outro modo não haveria por aí tanta mãe desesperada a pedi-lo, acho eu :/
Se entretanto alguém o tiver, então, por favor, divulgue-o! :)

edit:
ESCA -Espaço Clínico
Alameda D. Afonso Henriques, 9 – 4º Dtº 1900 – 178 Lisboa
Tlf: 21 812 17 43 Fax: 21 812 17 45

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Este pequeno

Minúsculo desajudante e companheiro de cozinha, pela primeira vez em cinco-meses-três-semanas-e-picos-dias, anda muito arisco e descomedido no que toca a horários e rotinas; a palrar e brincar às tantas da madrugada sem por isso dormir mais durante o dia.
Não sei a que tremendo despropósito vem isto agora, para mal da minha já enorme lassidão.


desajudante, originally uploaded by supertatas.

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

E pronto

A constipação degenerou em otite.

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Qual é

A parte do borrego que vocês dão aos vossos apêndices?

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Fins de semana

É nestes fins de semana que sei que tenho sorte, em poder saír de Lisboa e a uma hora de caminho, ter à disposição uma casinha em pedra, com lareira e tudo. Peixinho de Peniche grelhado pelo avô do M., ervilhas com ovos escalfados feitas pela avó, a lenha a crepitar e o cheirinho a torradas.
De tarde, passeio para ir à mercearia e ver o burrinho e cheirar a terra húmida.
À noite, enrolarmo-nos nas mantas e ficar na conversa até tarde.
De manhã era esta a luz que entrava pela janela da cozinha enquanto lhe preparava o biberon.
Boa semana ! :)

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Na nossa cozinha

Bem como no resto da casa, as coisas dele ocupam mais espaço que as minhas!


a nossa cozinha, originally uploaded by supertatas.

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Alimentação












Que quantidades de comida é que os vossos filhos entre os 5 e os 7 meses andam a comer?
É que o M. anda numa escalada de alarvidade nunca vista!
Senão vejam o menú:


07.30 - 210 ml de leite Aptamil (passou agora para o 2) - se houvesse mais, bebia mais.


11.30 - 200 ml de sopa que normalmente inclui batata doce/ normal, 1 cenoura, 6 feijões verdes, espinafres, cebola , courgette + 1 peça de fruta cozida e batida (papaia, pêra ou maçã).


15.30 - 1 iogurte longa vida natural + 1 peça de fruta cozida + 2 bolachas - tudo batido. Adora- Se houvesse mais comia.


19.30 - 1 papa Cerelac Multifrutos que faço tipo "argamassa" com 180 ml a 200 ml de água.


Tudo bem que não bebe biberon à meia noite, mas dá-me ideia que se eu aumentasse estas doses, já de si um bocado puxadas, ele comia mais. Não será um exagero?

Este Minúsculo

Deu a volta sobre si mesmo pela primeira vez em agosto, na praia, mas aos poucos foi deixando de o fazer com frequencia, e agora acho que perdeu por completo o interesse nessa actividade, ou deixou de a saber fazer.
Como tal, ao invés de rebolar e aprender a gatinhar, que era o que lhe competia!!, gasta todas as suas energias para estar em Paripurna Navasana o dia todo.
Fica todo vermelho de fazer tanta força e furioso de não se conseguir sentar, por isso estico-lhe os meus indicadores para ele os agarre e consiga completar a tarefa - é apenas um apoio porque eu não faço força nenhuma - mas, como é alarve, põe-se logo alegremente em pé, abanando-se como um verdadeiro campeãozinho de slalom :')

domingo, 11 de novembro de 2007

Ia eu

Empurrando o Minúsculo supermercado afora, quando se nos abeira uma senhora, pós-menopausica de cabelo desiquilibrado e jeans de cintura alta, exclamando alarvemente já desde o corredor dos congelados: ahhhhhhh mas que coisa mai linda..., debruçada no carrinho diz: vou-lhe é pegar! e já se preparava para lhe desapertar os apetrechos quando eu, com este novo sobrolho pós-natal que tenho vindo a ganhar, retorqui acintosamente: não, não vai.
E assim fiquei a conhecer os limites do ego insuflado de uma mãe :|

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Faz hoje

Um ano que iniciámos este blog, nessa altura tinhamos duas barrigas a começar a crescer e não conhecíamos ninguém; só a Sara comentava os meus posts e só eu comentava os dela.
Agora já temos dois bebés muito, muito lindos, muitos leitores novos, muitas amiguinhas e alguns amiguinhos (acho que temos, temos? estão aí?? é que os garotos são tímidos); por isso, parabéns a nós e obrigada a vocês :)

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Ponto de situação

Tudo o que se diz acerca dos infantários é verdade, nomeadamente o facto dos bebés estarem sempre doentes. Não será aquela doença na verdadeira acepção da palavra, mas há sempre um nariz entupido, uma tosse contínua, uma diarreia. São males necessários. Desde que o M. entrou para o berçário, no dia 25 de Setembro, já teve alguns episódios, mas ainda só ficou em casa duas vezes, uma delas mais por ronha do pai, que também estava doente e queria companhia masculina para ver a bola e fazer coisas que os gajos fazem quando estão juntos.

Ainda assim, cada vez que subo Alfama para o ir levar, não me arrependo da decisão que tomei. Cada vez que o vejo rir-se para as educadoras e auxiliares logo de manhã não me arrependo. Mais do que umas instalações fantásticas, educadoras doutoradas ou jardins verdejantes, nesta fase do seu desenvolvimento interessa-me a capacidade que as pessoas que cuidam do meu filho têm em relacionar-se. E de facto, nesse sentido, este infantário é inexcedível. De todos os que visitei, este é (e agora que já passou mais de um mês) uma segunda casa, com 3 senhoras que dele cuidam como se fossem suas mães ou avós. Que ligam um rádio a tocar o fado logo pela fresca e lhes contam histórias como se eles já fossem capazes de perceber. Que lhes chamam netinhos e lhes dão colo como se realmente o fossem. São pessoas que já ali trabalham há muitos anos, sem ares de doutoras, que respondem às nossas dúvidas e já assoaram muitos narizes e mudaram muitas fraldas para perceberem logo o que se passa quando um deles não está bem.

Ontem, apesar do M. não estar muito entupido, está com alguma tosse (seca) e num ataque de tosse (em casa, antes do banho) vomitou. Assustei-me um bocado porque foi a 1ª vez que aconteceu, mas até foi bom, porque lhe saíu muita porcaria. Ainda assim, estreei-o nos aerossóis, que destestou, talvez porque eu e o pai tenhamos usado a máscara, ainda por cima a de adultos (shame on us)... Hoje já não farei mais, a não ser que o veja muito aflito, porque acho que, apesar de termos utilizado apenas soro, não se deve abusar.

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Eu

E o Minúsculo, fazendo praia em novembro. E esta ein?

domingo, 4 de novembro de 2007

Pela primeira vez

Lançaram-me um daqueles desafios que servem para dar a conhecer um pouco das mulheres por trás das mães que somos, como tal, e para que o nosso babyblog não fique atrás dos outros, aqui ficam as minhas respostas sinceras a estas perguntas meio atoleimadas :O (perdoem-me :$):
Olhos: castanhos, olheirentos e meio astigmáticos.
Cabelo: fios castanhos, na sua maioria, enriçados, e alguns brancos rebeldes sobre o osso temporal direito.
Altura: 174cms bem distribuídos pela troposfera acima.
Ascendência: lusitana, directamente do viriato.
Signo: sagitário.
Sapatos que está a usar: sempre descalça, graças a deus.
Medo: tenho medo de coisas más em geral e que me aconteçam a mim em particular.
Objectivo que gostaria de alcançar: ser feliz para sempre, obviamente.
Frase que mais uso no messenger: oblá
Melhor parte do corpo: o pancreas.
Pepsi ou cola: cola cola.
Mac Donald's ou Bob's: mcdonalds, mcdonalds não leva a :O
Café ou capuccino: café só nos bifes ou nos gelados.
Fuma? não, porque faz mal à saúde e é caro.
Palavrões: claro, são palavras como as outras, se existem são para serem ditas 8)
Perfume: mustelaaaaaaa :') pou
Canta? claro que sim! a questão é: canto bem ou mal? a minha legião de admiradores logo vos dirá.
Toma banho todos os dias? depende do que estiver a fazer, já estive mais de 15 dias em áfrica sem tomar banho, por exemplo, duvido que queiram saber mais sobre esta experiência...
Gostava da escola? pois sim.
Acredita em si mesma? nunca me dei motivos para que me desconfiasse.
Tem fixação pela saúde? não tenho fixações na vida.
Dá-se bem com os seus pais? claro.
Gosta de tempestades? com certeza que não, gosto de bom tempo.
No último mês:
Bebeu álcool?
só bebo quando o rei faz anos, em janeiro.
Fumou? mas mas, oblá, não perguntaram isto lá em cima já? hum
Fez compras? uma enormidade delas, mas nenhuma para mim.
Comeu um pacote inteiro de bolachas? devo ter comido vários.
Comeu sushi? sim.
Chorou? sim, mas também me ri, nada temam.
Fez biscoitos caseiros? claro que não fiz, mas comi :D
Pintou o cabelo? não.
Número de filhos? um.
Como quer morrer? errrrrrrrrr a dormir?
Piercings? não.
Tatuagens? uma, só uma, por enquanto, talvez.
Quantas vezes o seu nome apareceu no jornal? acho que nenhuma.
Cicatrizes? a da cesariana.
Do que se arrepende de ter feito? de ter comprado dvds na feira que não funcionam no meu leitor.
Cor favorita? vermelho.
Qual a disciplina favorita na escola? electrotecnia.
Um lugar onde nunca esteve e gostaria de estar? república do kiribati.
Matutina ou nocturna? nocturna.
O que tem nos bolsos? toalhitas dodots bolçadas.
Em dez anos imagina-se... gordíssima.