quinta-feira, 28 de junho de 2007

Agora mesmo

Que vos escrevo o minúsculo dorme ao meu lado, é a sua maneira de celebrar o seu primeiro mês!
Pois é, já passou um mês e o pequeníssimo já está com mais de 4kgs e 54 cms, está um pouco acima do percentil 50, a beber 120ml, a dormir noites inteiras e a querer, cada vez mais, ficar acordado durante o dia, ou, pelo menos, a querer dormir ao pé de nós. Como também gostamos disso, de o contemplar muitíssimo, lá o deseducamos dessa maneira. Então o petiz dorme em tudo o que é sítio da casa; na cama, no berço, na alcofa, no sofá, no chão, na espreguiçadeira, na sala, na cozinha, no quarto ou na varanda. Depois acorda esfomeado e espreguiça-se muito, faz muitas caretas - lembra o Joe Cocker entoando entusiasmado o unchain my heart - mete as mãos todas na boca e solta uns choramingos, depressa come, suspira e entra no after biberon coma até ao ciclo seguinte. Quando está rabujento pede a chucha e quando tudo parece acalmar cospe-a propositamente, isso é algo que não entendo, suponho que seja já uma manha para ter atenção, para lhe irmos lá voltar a pôr a chucha e levar mais um beijinho ou um abracinho. Vai ser um mimado do carais :D e fará muita peninha se vier a ser perturbado pelas cólicas que tanto nos dizem que estão para chegar.

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Festivais de Verão



A uns dias de completar 2 meses de idade já sorri desalmadamente - começou intensivamente este fim de semana, sobretudo para a mãe - e já percebeu que há mais no mundo do que a minha cara. Descobriu um novo mundo quando lhe mostrei um brinquedo que tem uns bichos pendurados, ria-se e agitava-se para conseguir tocar-lhes.

Como diz o meu pai "ele agora já começa a ser gente", que é como quem diz, já não se limita a comer e dormir e a entrada nesta fase está a dar-me um enorme gozo.
O que assusta é pensar que já passaram praticamente dois meses e que mais dia menos dia já vai para o infantário e mais mês menos mês já me aparece em casa com uma fulana cheia de rastas e piercings e a dizer "esta é minha namorada" e eu aí, apesar de me considerar uma mãe jovem de espírito e de muito provavelmente ir com ele para os festivais de Verão curtir uns concertos (armada em velha gaiteira) vou achar esquisito. Contudo não me posso esquecer da minha própria adolescência, do piercing que também fiz e dos tempos em que era vocalista de uma banda.
Por ter vivido tudo isso, sinto-me preparada para quando chegar essa altura na vida dele. Será?

quarta-feira, 20 de junho de 2007

Diz que

Amanhã começa o verão. Vamos lá a ver isso. Espero bem que sim, porque faz muita peninha que o meu mais minúsculo tenha tantas roupas silvestres para vestir e os tempos - aquele que passa a correr, sim porque ele já veste roupa para um mês, e aquele que teima em não nos dar calor - não ajudem. Pf.

sexta-feira, 15 de junho de 2007

Dia-a-dia

Agora que o bebé tem quase dois meses, inscrevi-me num ginásio (Holmes Place) para ver se recupero a forma. Uma das dúvidas que me ocorre tem a ver com a prática de abdominais. Já ouvi várias opiniões: o meu médico diz que um mês após o parto se pode fazer todo o tipo de ginástica, instrutores do ginásio disseram que só quando a parede abdominal estiver fechada é que não há perigo, enfim, cada cabeça sua sentença. Hoje fui à 1ª aula e pelo sim pelo não não fiz os abdominais. Devido à tendinite também tenho algumas limitações com exercícios que incluam pesos.
O bebé cresce de dia para dia, está mais atento a tudo, sorri (finalmente) apesar de não ser um rapaz de sorriso fácil, é mais do estilo enigmático ;)
Continuo a levá-lo para todo o lado e ele já se habituou a dormir em camas diferentes, com barulho, sem barulho, com e sem música ligada, o que é bom, porque quando for para o infantário não terá problemas a adormecer como acontece com os bebés que ficam em quartos na penumbra e onde não se pode falar alto.
Este fim de semana vai para fora, apanhar os ares do campo e nós lá teremos de levar toda a logística necessária: biberons, esterelizador, aquecedor...
Para a semana vai "lanchar"com o Minúsculo (da Tatas) com quem gosta muito de conviver :)

quarta-feira, 13 de junho de 2007

O Pai #1

terça-feira, 12 de junho de 2007

Para a Sara

Nada temas ;)
















(clicar na imagem para ver maior)

quarta-feira, 6 de junho de 2007

A mama

A tímida mama e o clássico Nan da Nestlé, nos intervalos um do outro, entre sonos e muito mimos, têm feito o Minúsculo recuperar/aumentar à razão de 100 gramas por dia :O

segunda-feira, 4 de junho de 2007

Mãozinhas



O que é que não convém nada acontecer quando se tem um bebé com um mês?
Ter uma tendinite em cada mão.

Foi este o diagnóstico que o ortopedista fez, depois de eu passar meses com dores no polegar e no punho, ao ponto de ter sérias dificuldades em pegar no bebé ao colo.

A cura passa por fazer fisioterapia, imobilizar as mãos com talas (também muito prático no meu caso) e a medicação com anti-inflamatórios. Ah ! E repouso (ahahahahahahah!)


A definição vem aqui:


Como veremos a seguir, a tenossinovite ou síndrome de De Quervain, é uma doença que ocorre pelo acometimento dos tendões abdutor longo e extensor curto do polegar na região em que atravessam uma espessa bainha fibrosa, próxima do processo estilóide do rádio.A síndrome de De Quervain, comum em mulheres entre os 30 e 50 anos de idade, podendo ser observados (à palpação dos tendões) dor, tumefação e crepitação na tabaqueira anatômica.Apesar de ser freqüentemente associada a trauma crônico secundário a sobrecarga das atividades diárias das mãos e punhos, também pode ser causada pela artrite reumatóide, artrite psoriática, trauma agudo, gravidez e durante o período pós parto.

sexta-feira, 1 de junho de 2007

O meu mais Minúsculo

É sem dúvida o mais deliciosíssimo!!!