sexta-feira, 31 de agosto de 2007

As roupas pah

Chateiam-me à brava!
Os babygrows da Chicco e da Pré-natal, desenhos à parte (que contam-se pelos dedos de uma mão as peças que de uma colecção inteira acho mais ou menos engraçaditas) parecem-me completamente desporpocionais- demasiado largos em relação ao comprimento. Por exemplo, o Minúsculo fez agora 3 meses, vestiu um babygrow para 6 meses da pré-natal que lhe ficou apertadíssimo na zona da fralda e depois quando abanava e encolhida as pernas (uma das suas actividades preferidas), de tão largo que aquilo tudo é, ficava com as pernas fora do sítio todas entaladas na zona do joelho com o resto das calças a abandar sem nada lá dentro. A Zara também é assim, com uma diferença mais subtil, ou às vezes tem umas peças com as pernas muitíssimo mais compridas que a altura do gancho, como se se esquecessem que os putos usam fralda e têm ali um tufo gigante, mais ou menos como os Zippi do Continente e os do Carrefour que não sei o nome mas têm um algodão bestial.
A Du Pareil eu Même e a Petit Patapon, já são o contrário, são estreitas, talvez não sirvam a um bebé mais anafado, imagino que os franceses devem ser mais do tipo esparguete. Ao Minúsculo servem como uma luva (no meio disto tudo, são de uma perfeição triunfante!), em termos de proporção, porque de tamanho, mais uma vez, veste para 6 meses, assim como na Benetton.
Depois há a H&M, porreirita, bem proporcionada, mas novamente tenho que comprar o 4-6 meses.
Com tudo isto fico sempre confusa com o que comprar para ele e tenho pena de não fazer compras noutros sítios, por catálogo - tipo Vertbaudet, por exemplo, que tem algumas coisas felizes - ou em tantos sites simpáticos espalhados por aí na ciberlândia.
Isto faz-me confusão porque o Minúsculo está no percentil 50 e pouco (pelo menos estava, já não vai ao médico há um mês), ora eu interpreto o percentil 50 como sendo a média, o normal dos bebés (ou não é assim?), logo sempre imaginei que os tamanhos fossem regulados pelo percentil normal, do estilo: o meu bebé estiver no percentil 50 e tiver 3 meses logo eu compro roupa para 3 meses, se ele estiver no percentil 25 eu compro para 2.
Mas não, cada loja tem o seu feitio, como se os bebés tivessem corpos tão diferentes entre eles como temos nós adultos. Enfim, gostam sempre de complicar tudo, estas pessoas. Tsc tsc.

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Se antes

As abordagens dos desconhecidos corriam sempre muito bem e terminavam com mil sorrisos - oh como está elegante, que barriga linda, não está inchada nem nada, que sorte... está muito bonita, parabéns, de certeza que é um rapaz!! - agora descambam, completamente!; e não, não me refiro ao facto de me olharem como se me comparassem com um pudim flan mal cozido a caminhar para a calvice, ou então de olharem instantaneamente para o Minúsculo como se eu nem sequer existisse, nem muito menos de o elogiarem a rodos - ohhhh que doçura, é o bebé mais bonito que tenho visto nos últimos tempos, é lindo, lindo!! oh manel anda cá ver esta fofura... - mas sim de rematarem constante e irremediavelmente todas as conversas com um:
É uma menina, não é??? :')

NÃO, NÃO É, FO#$-%&!! >:(
Macacos me mordam.

sábado, 25 de agosto de 2007

Amoras & Burrinhos











As férias já estão a meio.
Hoje fomos dar de comer a um burro e apanhar amoras no caminho.
À medida que os dias vão passando, vou-me mentalizando que em breve o m. vai deixar de estar sempre ao pé de mim. Essa perspectiva, apesar de eu ter vontade de regressar ao meu trabalho, entristece-me um pouco. É mais a preocupação que ele não coma bem quando entrar na creche até porque ainda se está a habituar às papas.
De resto, tudo tranquilo, tirando o clima miserável deste mês de Agosto.

Enquanto

Mudava a fralda vi que espreitava insolente um pêlo, fino e meio acastanhado, entalado numa virilha.
Por brevíssimos instantes, e ainda meia inconsciente pelo lusco-fusco desta recente e chuvosa manhã, fui assaltada pela tenebrosa idéia de que o Minúsculo sofria de uma qualquer horrorosa mutação genética que lhe fazia crescer pêlos na genitália mesmo sendo ainda um bebé de colo.
(Meu Deus!, agora é assim; volta e meia o coração dispara numa irracionalidade avassaladora, que no preciso momento seguinte nos faz tremer de vergonha. Ser mãe também é isto - é ter arritmias. É aquela tal psicose que eu falava no meu primeiro post deste blog quando estava grávida ainda de pouquissímas semanas. É como pôr o dedo debaixo do nariz da criança para verificar se realmente está a respirar enquanto dorme descansadamente - quem nunca fez isto por favor levante um dedo! Ou não, para que eu não me embarace ainda mais :$)
Meio segundo depois, recuperada a sensatez, e com uma calma que nunca se chegou a desfazer (não pensem que ainda não tenho uma réstea de sanidade!), puxei o arisco e verifiquei do que realmente se tratava: um cabelo meu!
Estão por todo o lado, acumulam-se em novelos e descubro-os nos lugares mais inusitados!!

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Na nossa praia

O vento rodou para sul, isto quer dizer que chegou o levante; o vento traz as águas quentes do norte de África mas em grandes e desencontradas ondas cheias de algas do alto mar. Sendo assim o Minúsculo já não se pode dedicar às actividades nadatórias, faz peninha, mas também isto é coisa para 3 ou 4 dias, em contrapartida dorme muito mais na praia embalado pelo som das ondas mais fortes (e no sossego no areal ainda mais vazio que o costume) e dorme muito mais em casa a seguir, porque o ar da praia está muito mais forte e saudável, carregadinho de iodo e coisas boas.
Sendo assim deixa-me muito tempo para descansar (em casa, infelizmente, porque temo que vou chegar das férias de praia ainda mais branca do que cá cheguei, acho que nunca estive tão branca na vida!) e ler o livro que trouxe para férias; muito pop e cor-de-rosa, como aliás compete aos livros de férias (nestas alturas não há tempo para fazer coisas inteligentes), bastante caricatural na nossa condição de recentes-mamãs e que ainda me faz soltar umas valentes gargalhadas :)


Andei à procura de um link para o livro e só descobri esse, no entanto comprei o livro no supermercado Carrefour muitíssimo mais barato que isso!

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Quando

Vou para a praia com o Minúsculo, normalmente, ainda ninguém lá está. Depois começam aos poucos a chegar pessoas, geralmente com putos, claro.
Hoje pespegou-se ao nosso lado uma família de ingleses; pai, mãe, avó, filha com cerca de três anos e um bebé, ainda mais minúsculo que o meu mais Minúsculo, e todos tão tão loiros e tão tão brancos que o bebé chegava a ser praticamente transparente.
Passado pouco tempo abre o bar da praia; os gajos piraram-se todos para lá e deixam o bebé sozinho no carrinho - isto de levarem os carrinhos para a praia e deixarem os miúdos lá dentro faz-me uma confusão tremenda, porque aquilo faz imenso calor, pelo menos o meu Minúsculo farta-se de transpirar quando está no ovo, e depois também sempre ouvi dizer que não devem estar muito tempo dentro do ovo, e depois também ficam na praia pela hora do calor adentro, para além de que não me parece nada prático andar com o carrinho, pesadíssimo e cheio de tralhas, na areia, mas enfim, continuando - entretanto fui-me embora, com o meu petiz cheio de creme no sling, e passei no bar; lá estavam todos a comer gelados e o outro lá continuou abandonado no areal :|
depois admiram-se...

domingo, 19 de agosto de 2007

Primeira vez

08.30 am

sábado, 18 de agosto de 2007

O cabresto

Do esterilizador de micro-ondas derreteu-me os biberons.

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Papa

Depois de uma longa ausência por culpa do Clix que ainda não se instalou em minha casa, não queria ir de férias sem dar as últimas novidades.
O Manel ontem comeu papa pela 1ª vez :)
Decidi começar um bocadinho mais cedo porque de acordo com a pediatra, como ele vai para a creche no final de Setembro, convém que esteja já habituado a comer com colher.
Resultado:
20% de papa no pescoço
10% em cima de mim
20% no babete
50% que ele comeu.
Ao princípio cuspia tudo por não saber muito bem o que fazer mas hoje já correu melhor e até já choramingava cada vez que eu lhe tirava a colher da boca. Descobri também que ele gosta mais da papa estilo argamassa, porque se estiver muito líquida manda-me comer a mim.
Este blog vai a banhos, pelo menos no que me diz respeito, voltando em força em Setembro.
Se der ainda tento contribuir durante as férias.
Boas férias a todos e queria também desejar que corra tudo bem no parto da minha (outra)amiga Marta que vai ter uma Madalena por estes dias.

segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Agora







Aprendeu esta, enquanto luta contra o sono e resmunga vai-se embrulhando na fralda, agarra a chucha e tudo o que estiver à sua volta e acaba, muitas vezes, todo tapado :|
Depois acorda e começa a atirar com tudo outra vez até que descobre que estou a olhar para ele e desmancha-se em sorrisinhos :')

terça-feira, 7 de agosto de 2007

Os pulhas

Da Chicco, mudaram as chupetas de borracha para outras, igualmente de borracha, mas em forma de coração com furos em forma coraçõezinhus, obviamente que eu não deixaria o meu minúsculo andar nessas figuras, para além de que passaram a ser cortadas ao invés de serem em forma de gota, coisa que ele também não aprecia. Mas bom, corri todas as famácias e lojas Chicco aqui da zona e já fiz um stock das antigas até aos 18 meses, com mil suplentes para cada idade! AHÁ!!

domingo, 5 de agosto de 2007

Mesmo rapazola

Este Minúsculo, não faz nada e consegue ficar com porcarias debaixo das unhas!

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Saltos de crescimento?

Existem mesmo ou são mitos urbanos?? O meu mais Minúsculo anda insaciável :|
Já tive até que lhe por uma medida de papa nutribén biberon e ainda assim não se consola. Meu Deus!!

Entretanto, noutras paragens, a minha Tia conta-me que há bebés com nove e dez meses e que são infinitamente muito mais minúsculos que o meu Minúsculo, que só tem dois!, e que não têm nada; desde roupa a comida a biberóns a brinquedos e que no projecto de solidariedade que eles lá estão a desenvolver precisam de tudo. Ela veio visitar-nos e já foi carregada de roupas que já deixaram de servir a este comilão, outras coisas mandar-lhe-ei eu pelo correio à medida que me forem aparecendo. É que para piorar as coisas, com tanto disturbio climatérico eles já chegaram a apanhar temperaturas de 8 e 10 graus sem terem qualquer tipo de infra-estruturas para isso quanto mais roupas!
Sei que cá também há muita gente a precisar mas se alguém quiser ajudar neste projecto pode enviar-me um e-mail (supertatas@gmail.com) e eu poderei dizer como :)

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Mudança de casa feita, amanhã partimos para uns dias de descanso no Oeste.
Assim que tiver internet prometo actualizar o blog com mais frequência.