terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Para novos problemas, novas estratégias

Obrigada a todos os que comentaram o post anterior.
Vasco: o Camané de facto já não resulta. Vou experimentar o Alfredo Marceneiro.
Hoje brincou até às dez. Peguei nele, disse-lhe que ia dormir na sua cama e que eu lhe ia contar uma história. Deitei-o e levantou-se a chorar. Disse-lhe que ia ficar ali ao pé dele a ler um conto. Choramingou inicialmente, deitei-o de novo e continuei a ler a história enquanto lhe fazia festas no cabelo. Passado 10 minutos adormeceu. Tranquilo.
Estou contente porque não o deixei a chorar, porque estivemos os dois calmos, eu a ler e ele a ouvir, mesmo não percebendo nada do que lhe dizia, esmerei-me na entoação.
Hoje funcionou, amanhã vamos ver.
Para quem está a passar pelo mesmo problema, experimentem.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Para variar...um post mais sério


dormindo, originally uploaded by juliana_way.
(Nesta foto, com o dudu e a xuxa)

Quem lê as minhas modestas contribuições neste blog já deve ter percebido que sou adepta da rotina do bebé. Desde que o M. nasceu que come em intervalos certos, dorme sestas, dorme no seu quarto desde os 5 meses. Sempre fizemos um esforço para que estas rotinas não fossem alteradas, sob pena de baralhar os ritmos dele e claro, os nossos. É evidente que quando vamos jantar a casa dos avós do M., festas, Natais e semelhantes não somos inflexíveis. Sobretudo agora que ele já está maiorzinho, se não lhe apetecer lanchar às 16.00, lancha quando tiver fome, se for passear a algum lado à tarde, não dorme sesta.

Tudo isto é muito bonito, é seguido à risca e tem funcionado. Só que de há 3 semanas para cá, o M. acorda por volta das 4 da manhã a chorar e só acalma (instantaneamente diga-se) quando vem para a nossa cama, onde fica a dormir até de manhã. Já pensámos que seria frio (apesar do quarto estar aquecido), fome, pesadelos....
Outro factor que se alterou é que recentemente (há 2 ou 3 dias) já não se deixa adormecer ao som do Camané na cadeira onde jantou. Esta era uma rotina muito nossa: eu chego a casa, brincamos, às sete horas toma banho, às sete e meia janta e no final diz-me:"Dudu e xuxa". Eu dou-lhe o dudu (um bonequinho de quem é inseparável desde que nasceu) e a xuxa, ponho o Camané a cantar na aparelhagem e poucos minutos mais tarde ele adormece. Por volta das oito deito-o na cama dele. À meia-noite biberon e soninho até de manhã.
Pois bem, ao fim de alguns dias sem que ele quisesse adormecer na cadeira (apesar de estar bebâdo de sono) decidimos hoje aplicar o método Estivill, que basicamente, consiste em deixar o bebé no quarto, a adormecer sozinho, indo lá confortá-lo de tempos a tempos.
Foram 20 minutos de pura agonia. Chorou todo o tempo, não se acalmou quando lá fomos e como já estávamos a ficar perturbados com tudo isto, deitámo-lo na nossa cama. Adormeceu passado dois minutos.

Tudo isto para vos perguntar: agora que os vossos filhos também cresceram, estão com sonos normais? Como é a vossa rotina do deitar (se é que têm uma)? Será que isto é só uma fase passageira?
O que me preocupa é que a sensação que tenho é que ele quer ganhar terreno e ficar ao pé de nós o máximo de tempo possível, o que é natural e compreensível mas não é o mais adequado, porque o M. é daqueles bebés que se não dormir um certo nº de horas, no dia a seguir está com um feitio muito difícil.

sábado, 27 de dezembro de 2008

Em dias chuvosos


Nova parede, originally uploaded by juliana_way.

nada melhor do que arrumar o que está empilhado há meses, rever os presentes de Natal e remodelar o quarto do M.
Estes autocolantes foram comprados numa loja linda nas Caldas da Raínha e têm tudo o que ele gosta, como por exemplo, baleias.
Mudámos toda a disposição dos móveis do quarto, de forma a que caibam duas coisas novas que ocupam muito espaço mas que têm causado o delírio dele: uma tenda de índio e um carro insuflável com bolas lá dentro.

Já que não desejei Bom Natal, aproveito para vos desejar a todos um excelente 2009.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Feliz Natal


Feliz natal e até para o ano : )


originally uploaded by october rain.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Rinoplastia

Troca de mensagens hoje ao final da tarde com uma amiga minha:

Eu - O meu filho acaba de me dar uma cabeçada. Estou cheia de dores e a sangrar do nariz.
Ela - Precisas de algo?
Eu - De um filho menos bruto.
Eu (outra vez) - E de uma rinoplastia.

Não estão a ver as dores que tive. Até vi estrelas. Não me partiu o septo por um triz.
Além disso, arrancou 50% das bolas de natal que tinha na árvore e puxou as luzes todas de maneira que caíram todas para o chão.

É Natal, É natal, lah lah lah lah lah!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Andei

9 meses com ele na barriga.

9 meses a adormecê-lo ao colo.
9 meses de descanso (ok, admito)
e agora? 
9 meses de mão dada ou a festejar-lhe a glabella com o bracinho metido nas grades da cama? 

domingo, 14 de dezembro de 2008

Natal


Cozinha, originally uploaded by juliana_way.

A casa já está enfeitada, com presépio e tudo.
O M. tem passado uns dias (sobretudo umas noites) complicados porque tem um ou dois molares a nascer. Não tem febre, mas anda muito incomodado com as dores.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Das mães trabalhadoras

Há uns anos pensava que as mulheres, especialmente as urbanas, modernas, educadas, estavam em absoluta posição de igualdade perante os homens no que diz respeito ao mercado de trabalho, pelo que era disparatado comemorar o dia da Mulher ou atribuir quotas de representação parlamentar às mulheres. Esta posição foi mudando, porque Lisboa não é amostra de todo o país, e mudou sobretudo desde que casei e fui mãe.

Uma mãe que trabalha, que gosta do que faz, mas que está atenta ao mercado de trabalho e que, por isso, de vez em quando lá vai a uma entrevista, nem que seja para saber o que anda a perder. E dou por mim a pensar se os entrevistadores farão aos entrevistados homens as seguintes perguntas:

- É casado e tem filhos?
- Pretende ter mais filhos?
- Como concilia a sua vida pessoal com a profissional?
- Tem apoio em casa?

E imagino que não.

Na semana passada

Marquei a consulta (atrasada) dos 18 meses para hoje. Como não estava doente há quase 3 semanas pensei que fosse desta que levasse as vacinas, mas não, claro que nestes entretantos desenvolveu uma horrível constipação (mais ou menos parecida com a minha) e o médico achou por bem esperarmos mais uma semana. 
De resto está magrito, tem 85cm e ainda não chega aos 11kgs, mas pronto, come lindamente, pelo que não posso fazer nada. Também já tem 16 dentes, portanto não tem mais dentes para nascer, diz que agora só daqui a um ano, ano e pouco,  é que nascem mais molares; um pouco de tréguas, graças a deus!!!
Aproveitei para falar desta fase de mimo-extremo que está a passar - que só quer a mamã, colo a toda a hora, beijos, atenção mais atenção, festinhas para adormecer, acordar a meio da noite para vir para a minha cama, etc etc - e diz que é normal, muito normal e que nos próximos meses tudo será pior, que os dois anos são terríveis.
Muito animador : |

domingo, 7 de dezembro de 2008

Parabéns Tatas!

EDIT- A Tatas não faz 33 anos. Faz 31. O nº 33 refere-se ao nº da foto no rolo a preto e branco.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

M. no seu melhor (ou não)

O que é que a Cameron Diaz e uma baleia têm a ver comigo? Segundo o meu filho, tudo.

Diz "baleia" (a sua nova palavra, repetida até à exaustão) a olhar para mim e ao ver a Cameron Diaz na televisão, apontou e disse "mamã".
Vou tomar isto como um meio-elogio e pelo sim pelo não, vou fazer dieta.

Para que não haja dúvidas, eu sou a da foto a preto e branco :)




quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

A necessidade aguça o engenho

E é com orgulho, e falta de modéstia, que aqui me anuncio como a maior sopeira das avenidas. 

Até já este Minúsculo come sopa sem refilar 8 )
ÁHÁ, FINALMENTE!!
Foi com ajuda da Mafalda, confesso ; )

legumes, originally uploaded by supertatas.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Come rain or come shine


Come rain or come shine, originally uploaded by juliana_way.

Im gonna love you like nobodys loved you come rain or come shine
But I'm with you always, I'm with you rain or shine

Youre gonna love me like nobodys loved me come rain or come shine
Happy together unhappy together and wont it be fine?
Days may be cloudy or sunny

(Excertos - Billie Holiday)

Não tivemos a sorte de ver neve. Foram 4 dias de muita chuva,muito frio, muito mimo, leituras em dia, sopa de feijão, brincar com balões e legos, palavras que começam a ter mais do que uma sílaba e conversas à lareira.
A companhia não poderia ser melhor: pai do M. e os meus pais.

Eu vi

Neve pela primeira vez, tinha uns 10 anos, quando os meus pais me levaram à serra da estrela para fazer sku com um saco de plástico no rabo. O Minúsculo viu neve pela primeira vez hoje de manhã, aqui mesmo na nossa varanda : )