quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Ponto de situação

Tudo o que se diz acerca dos infantários é verdade, nomeadamente o facto dos bebés estarem sempre doentes. Não será aquela doença na verdadeira acepção da palavra, mas há sempre um nariz entupido, uma tosse contínua, uma diarreia. São males necessários. Desde que o M. entrou para o berçário, no dia 25 de Setembro, já teve alguns episódios, mas ainda só ficou em casa duas vezes, uma delas mais por ronha do pai, que também estava doente e queria companhia masculina para ver a bola e fazer coisas que os gajos fazem quando estão juntos.

Ainda assim, cada vez que subo Alfama para o ir levar, não me arrependo da decisão que tomei. Cada vez que o vejo rir-se para as educadoras e auxiliares logo de manhã não me arrependo. Mais do que umas instalações fantásticas, educadoras doutoradas ou jardins verdejantes, nesta fase do seu desenvolvimento interessa-me a capacidade que as pessoas que cuidam do meu filho têm em relacionar-se. E de facto, nesse sentido, este infantário é inexcedível. De todos os que visitei, este é (e agora que já passou mais de um mês) uma segunda casa, com 3 senhoras que dele cuidam como se fossem suas mães ou avós. Que ligam um rádio a tocar o fado logo pela fresca e lhes contam histórias como se eles já fossem capazes de perceber. Que lhes chamam netinhos e lhes dão colo como se realmente o fossem. São pessoas que já ali trabalham há muitos anos, sem ares de doutoras, que respondem às nossas dúvidas e já assoaram muitos narizes e mudaram muitas fraldas para perceberem logo o que se passa quando um deles não está bem.

Ontem, apesar do M. não estar muito entupido, está com alguma tosse (seca) e num ataque de tosse (em casa, antes do banho) vomitou. Assustei-me um bocado porque foi a 1ª vez que aconteceu, mas até foi bom, porque lhe saíu muita porcaria. Ainda assim, estreei-o nos aerossóis, que destestou, talvez porque eu e o pai tenhamos usado a máscara, ainda por cima a de adultos (shame on us)... Hoje já não farei mais, a não ser que o veja muito aflito, porque acho que, apesar de termos utilizado apenas soro, não se deve abusar.

7 comentários:

Baggio disse...

Ganhará a Grande Noite do Fado aos cinco anos e terá como heroi de vida o Camané. Não tires desse infantário, não...

Sara disse...

Antes o Camané que a Floribela! Noite do Fado e Marchas, vai ser tudo dele!

Tana disse...

É ASSIM MESMO!!! Mai nada

charlotte disse...

Olá Sara sou da mesma opinião em relação aos infantários e sabes q mais visitamos imensos até decidirmos qual o apropriado e imagina q depois de ter conhecido berçários e creches q até elevadores panorâmicos tinham para os meninos não terem q descer escadas, o meu filho foi parar á Santa Casa da Misericórdia, que por sinal tem uma equipa de louvar!
Qt aos sintomas q o M está a ter o meu padece do mesmo mal(salvo seja)coisas de creches & afins...Dirigi-me ao hospital onde um pediatra incompetente simplesmente se borrifou p/ o caso!
Decidi então por meio próprio meio intervir p/ "aliviar" o picolito;)E digo-te como: no Forum "Pink Blue" está por lá uma Drª Homeopática (q sei q dá consultas aqui perto de minha casa) de nome Elisa, pois então, ela esclarece vezes q preciso for todas as nossas apoquentações.
Se quiseres experimenta:
Chamodent (3 glóbulos 3*ao dia -p/os dentinhos q estão prestes a romper)
Expoctokind (" " " "- p/ a tosse)
Kindigest ( a mesma dosagem - p/ diarreia)
e camomilla 5ch ajuda a estarem bem dispostos)
(este ultimo é mt falado no livro da Drª Gowri Motha)
Espero ter ajudado. Qualquer coisita emaila-me :*)
Beijinhos e as melhoras do M.

Mom disse...

Acho este ultimo comentário um imenso disparate- sejam homeopáticos ou não, são MEDICAMENTOS!!!! não me parece nada bem encharcar o filhote em drogas! Porque medicamentos naturais, só aqueles que são arrancados directamente das àrvores, tudo o resto é fabricado e manipulado em laboratório, e sabe Deus o que contém!... Soro no nariz, aspirador nasal, dieta anti-diarreia, e muito miminho, são os melhores remédios do Mundo, e nunca fizeram mal a ninguem...

Sonia&Mi disse...

AHHHH tens o puto no meu bairro :P
está bem entregue eheheh
Não nasci em Alfama mas a minha família materna é toda daí (Escolas Gerais , mesmo ali onde vira o eléctrico ;) ) e de certeza que está bem entregue!

Sonia,Filipe e Guilherme disse...

Está bem entregue, que bom.
Assim estás sempre descansada. As doenças é mesmo assim, são muitos bebés. Mas o que interessa é ele estar a desenvolver bem e com muito amor à volta dele.
Beijinhos