sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Cada vez tenho menos espaço na minha própria cama

Agora também me rouba as almofadas, este Minúsculo!!! > : (


cama, originally uploaded by supertatas.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Até que ponto

Devemos levar a diversificação alimentar dos nossos bebés? : /


ementa das sobremesas, originally uploaded by supertatas.
Ai Ai, às vezes ainda me consigo pasmar em restaurantes.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

: )


adoro vê-lo dançar neste episódio :$

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Digam-me a verdade

Quantos de vocês têm bebés que agora acordam várias vezes por noite e só se calam na vossa cama onde acabam por dormir até de manhã?

Hoje

Eu muito olheirenta, comentava com a educadora dele: Oh, ele não anda a dormir nada bem, demora a adormecer, acorda várias vezes, quer vir para a minha cama... já não sei que fazer...
e vai ela e diz: Estranho... aqui anda a dormir tão bem, olhe que faz sestas com mais de 3 horas!
Hummmmmmmmmmmmm 
Porque será que não dorme à noite então?  I wonder O:)


amor é, originally uploaded by supertatas.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Stress é...

... passar o dia na lufa-lufa a ver se chego a casa antes do meu filho adormecer.
(O que estava a ser fácil de conseguir, mas já não)

Como a Tatas me pediu, aqui vão

16 coisas sobre mim:

- Detesto marisco.
- Tenho 1.50 m de altura e sou sardenta.
- Já fui vocalista de uma banda e ensaiava ao lado dos Blasted Mechanism.
- Já mergulhei e vi uma tartaruga e um tubarão.
- Não passo sem café porque fico com dores de cabeça.
- Já fui capa de um cd de jazz (numa fotografia da autoria do Bruno Espadana).
- Já tive um piercing no nariz.
- Já quis ir fazer voluntariado para Angola.
- Já andei à boleia em Trás-os-Montes.
- Já acampei com temperaturas negativas (na Holanda) e no deserto na Índia.
- Já me apaixonei por alguém que conheci através da internet. E casei-me com ele.
- Já me perdi no meio do Alentejo com um grupo de miudos de quem era monitora.
- Já tive o cabelo vermelho (na mesma altura do piercing).
- Já dormi numa estação de comboios.
- Adoro caril e toda a comida indiana.
- Já gostei mais do meu emprego do que gosto actualmente.

hARTE

Começa : /
a lápis de cera.


parede, originally uploaded by supertatas.

domingo, 18 de janeiro de 2009

Sempre

Que vou tomar duche lá está ele, dependurado na borda da banheira, a fazer o comentário do costume enquanto aponta para o meio das minhas pernas: Não há! Não há!
Qualquer dia fico mesmo  complexada por não ter pila :$

sábado, 17 de janeiro de 2009

Têm sido díficeis

As noites.
Vou desculpando com a gripe mas acho que isto já é mais do que o mimo da doença ou o desconforto do nariz entupido. Acho mesmo que chegou aquela fase da mãezite aguda que só passará quando tiver vergonha que o beije à frente dos outros meninos quando o deixar na escola, e isso é quando? lá para os 3 ou 4, não? 
Só se sente bem a dormir, literalmente, em cima de mim e eu não o queria habituar a dormir na minha cama, porque dormimos mal os dois, estou sempre a chegá-lo para um lado com medo de o esmagar e consequentemente a incomodá-lo, depois fico com medo que caia ou sabe-se lá o quê... enfim :$
Para o adormecer tenho ficado lá no quarto dele com o braço metido nas grades a dar festinhas, depois a inventar histórias ou simplesmente a conversar até ele finalmente ceder. Ultimamente tenho até conseguido ficar só sentada no chão a olhar para ele enquanto ouvimos os dois música ou aqueles sons relaxantes da natureza. E assim a coisa pode demorar tão pouco como dois minutos ou tanto quanto uma ou duas horas.
Às tantas já quase que sou eu que adormeço primeiro, com uma bochecha vincada numa trave da cama, com um pé dormente ou uma perninha encãibrada e ele ainda anda por ali a tentar enfiar a chucha suplente no Pocoyo ou repetir insistentemente e cheio de entusiasmo uma ou outra palavra nova que aprendeu. 
Hoje por exemplo, já não sei quanto tempo depois e de rabo quadrado, já sem posição nenhuma, doiam-me tanto as costas que resolvi sentar-me à chinês muito direitinha com os braços nos joelhos a fazer força para esticar ainda mais. Entre o embaraço muscular da situação pensava para com os meus botões coisas entre o foda-se-que-tás-tão-perra e o ahhhhh-que-bem-que-isto-sabe que fechei os olhos por uns instantes; comecei logo a ouvir um reboliço nos lençois e o *pop* da chucha a saltar-lhe da boca que quando os abri outra vez vi um Minúsculo muito sentadinho de sorriso maroto a olhar para mim e a dizer: Buda!
Claro que me desatei a rir e, claro, mais 40 minutos de regabofe até adormecer. 

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Este Minúsculo,

Filho do desmazelo desorganizativo da minha pessoa que anda por aí a chinelar entre mil tarefas que começa e nunca termina, incomoda-se se não tem as meias bem esticadas!!
Acho isto incrível.

Acho também que o cêgripe provoca insónias, ou a lua está para o cheio?

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Algumas coisas

Que ele já reconhece e diz o nome apesar do pouco jeito para o desenho que Deus me deu : )


algumas coisas, originally uploaded by supertatas.

Ai.

Cá em casa estamos com  a gripe, os dois.
É certo q podia ser muito pior mas é chato, muito chato
Dormimos mal, acumulamos lenços de papel usados e vemos tv.

É que não temos forcinhas para mais.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Falei cedo demais

Ainda esta semana disse que ele andava muito bem, há muito tempo que não ficava doente. Pois. De Sábado para Domingo passou uma noite horrível, sempre a tossir. No Domingo ainda fomos ao Oceanário, mas ao fim do dia ficou com febre. Não anda a comer nada e está com o nariz todo entupido. Hoje vai ao médico. A ver...


Update
Na consulta o médico concluíu que o M. tinha pieira, farfalheira (eu acho que só os portugueses é que têm estes nomes para problemas respiratórios), garganta inflamada e ouvido inflamado, ou seja, está violentamente atacado. Ventilan, Atrovent e antibiótico (Augmentin).
Ontem à noite chegou aos 39,5 de febre e hoje de manhã apanhei o susto da minha vida (mais um , este puto ainda me vai provocar um enfarte) quando, ao acordar (hoje dormiu connosco) no lusco fusco da luz matinal, percebi que ele tinha a cara escura. Quando acendi a luz, parecia um filme de terror, ele tinha a cara coberta de sangue, bochechas e tudo, mãos, lençóis e só quando fui a correr com ele para a casa de banho e lhe lavei a cara é que me convenci que era uma hemorragia do nariz. Antes disso, todos os piores cenários me passaram pela cabeça.
Hoje já esteve bem melhor, comeu muito bem e não esteve prostrado nem teve febre, no entanto, ao fim do dia, deu com a cabeça contra a esquina da porta e ficou com um galo todo negro na testa.

domingo, 11 de janeiro de 2009

Um diálogo:

Eu: Não percebo nada do que estás a dizer, tira a chucha e fala devagarinho.
Ele tira: Teite!
Eu: Queres leite?
Ele anui: Queres.
Eu dou-lho e ele exclama: Tá quente.
Eu digo para esperar um bocadinho e ele espera.
E pronto, é bom falar e ter respostas : )

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Eu pergunto-lhe

Como te chamas?

e ele responde: 
Cácu!
Parecido não? ein? ; )

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Portugal dos Pequeninos

Bem sei que este é um blog onde se fala sobretudo de bebés e afins, mas estou tão irritada com esta notícia que não posso deixar de a colocar aqui.
O iluminado Paulo Branco, director da Medeia Filmes apresentou uma queixa à Autoridade para a Concorrência no sentido de travar o My Zon Card, cartão oferecido aos clientes da Zon mais antigos, que lhes permite ter acesso a 52 sessões de cinema por ano totalmente gratuitas nos cinemas da Lusomundo. Diz a besta do Paulo Branco que esta oferta irá lesar o sector do cinema nacional e da filmografia europeia que geralmente não passa nas salas da Lusomundo.
E pergunto eu: quem quer ver filmes da Medeia, sejam eles franceses ou marroquinos, deixa de ir porque tem o cartão da Zon?
Porque é que levar mais pessoas aos cinemas é mau?
Porque é que o mentecapto do Paulo Branco não promove uma iniciativa semelhante para as 20 salas que gere com a tal "filmografia especial"?
Tipos como este são um atentado à inteligência e mais, é de uma pretensão de todo o tamanho achar que as pessoas deixam de ver filmes europeus só porque têm este cartão. Do género "ah e tal queria ir tanto ver aquele filme do Godard... ah não, espera, como tenho o cartão da Zon vou mas é ver o último Rambo que está em exibição ali no Colombo".
E assim este tipo conseguiu dar cabo da possibilidade que centenas de famílias tinham de ir ao cinema de uma forma mais económica.
Da minha parte, farei um boicote aos filmes da Medeia.
A notícia completa aqui:
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1355030

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

1º dia na creche

O Camarão começou hoje a frequentar a creche. Parece que chora muito quando ouve os outros bebés a chorar. E eu não estou lá para o embalar :( (também comecei hoje a trabalhar).

Para começar bem o ano

Esta noite este Minúsculo teve um terror nocturno daqueles que me fazem transpirar a tentar acalmá-lo e conduzi-lo de novo ao sono, mas o vizinho do lado deve ter achado que eu devia estar a beber martinis na varanda enquanto deixava a criança a berrar sozinha no quarto, como tal achou por bem andar a esmurrar a parede. Resultado: acordou-o (coisa que não se deve fazer a quem sofre de parasónias e quando se é educado), o que, claro, ainda o deixou mais aflito; teve mais 4, pequenos, durante noite e acabou por ter que ficar na minha cama. Eu estou com, para além de uma soneira incrível e uma tenebrosa dor-de-cabeça, um pó ao senhor que acho que se o vir à frente mordo-lhe os calcanhares >:(

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Fluviário de Mora


Fluviário de Mora, originally uploaded by juliana_way.

Hoje fizemo-nos à estrada às onze da manhã. Tínhamos como destino Mora. Chegámos pela hora de almoço e nada melhor do que o Restaurante Afonso para nos receber .Comemos um belo cabrito e debaixo de chuva torrencial fomos para o Fluviário de Mora. Vale bem a pena a viagem, sobretudo para quem tem putos verdadeiramente fãs de baleias, que, como se sabe, andam aos cardumes pelos rios do Alentejo. Qualquer peixinho vermelho era uma BALEIAAAA gritada a plenos pulmões, estava numa excitação incrível com todos aqueles aquários. Vimos muitas espécies de peixes locais e tropicais, lontras e patos (estes também fizeram sucesso).
No final comprámos umas lembranças na loja. Pena que estivesse a chover, porque ao lado do Fluviário existe um parque ecológico bem giro.

Ver mais em:

http://www.restauranteafonso.com
http://www.fluviariomora.pt