domingo, 11 de novembro de 2007

Ia eu

Empurrando o Minúsculo supermercado afora, quando se nos abeira uma senhora, pós-menopausica de cabelo desiquilibrado e jeans de cintura alta, exclamando alarvemente já desde o corredor dos congelados: ahhhhhhh mas que coisa mai linda..., debruçada no carrinho diz: vou-lhe é pegar! e já se preparava para lhe desapertar os apetrechos quando eu, com este novo sobrolho pós-natal que tenho vindo a ganhar, retorqui acintosamente: não, não vai.
E assim fiquei a conhecer os limites do ego insuflado de uma mãe :|

11 comentários:

May disse...

Noutro dia aconteceu-me a mim. Mas não era uma senhora pós-menopausica, era a empregada do café. Simplesmente não me apeteceu, ora bolas!

rapunzel disse...

acho muito bem... é que há limites!!

Sara disse...

:O O desplante!!!!

Sonia&Mi disse...

ahahaha
mas há com cada uma!
LOOOOOOOOOOL

Lau disse...

Aconteceu-me no café também! è cada um?!

Mónica disse...

Eh, mãe corajosa!Assim é que é!!
Bjinhos

Anónimo disse...

pois eu acho que o Mundo está como está por causa de aver mâes como vocêzes.Então fasia lá algum mal a sexogenária pegar nas crinaças?
jà o serhumano nâo pode dar uns abracinhos e transmeter o seu amor ao proximo?
Pois eu se me acontesser pego e pego mesmo e pronto.
E dou umas beijocas á criança que isto é que é transmeter amor pelos pôvos.

Supertatas disse...

oh, cá por mim não é o pegar ou os beijos que me aflige, é a assertividade da decisão, acho abusadora e muito pouco transmisora de amor pelos pôvos :|

May disse...

E as crianças gostarão de ser assim abraçadas e lambuzadas por pessoas que não conhecem de lado nenhum? Afecto sim entre quem se gosta, mas não apenas porque é um bebé e porque provoca anseios de ternura!

Carla Morais disse...

Engraçado... com o sling ninguém tem essa atitude porque simplesmente não dá! Mas ainda assim, já ouvi "queres vir ao meu colinho? Coitadinho, se não estivesse aí preso vinha de certeza!..." Coitada, deixei-a na ilusão. :-P

AnaBond disse...

e um pontapé na canela, não?
humpf.