sábado, 4 de outubro de 2008

Nos diários de família que vou herdando

Encontro pérolas assim: Viagem de Portugal para o Congo (mais tarde Zaire, hoje Congo, outra vez, mas agora em formato República democrática, errrrr, dizem eles).
Embarcou no s/s Lourenço Marques no dia 30 de Setembro de 1946 em Lisboa com apenas dois meses de vida.
Foi alojada no camarote nº6 com o Pai e a Mãe.
Chegámos ao Porto de Leixões no dia 1 de Outubro onde desembarcou e foi dar uma volta de carrinho mais os Pais.
No dia 5 de Outubro tiramos uma fotografia no Funchal.


Tirámos uma fotografia em Santomé (S. Tomé, portanto) no dia 15 de Outubro.

Chegada a Luanda no dia 18 de Outubro de 1946.
Instalada na Mampeza casa de Avelino Silva.



Dia 22 partida de avião para Leopoldville (hoje kinshasa), um dakota bimotor, sempre bem disposta fez a viagem ao colo da mãe e na sua alcofa.
Chegada a Leopoldville às 5 e meia.


Nesta cidade demos vários passeios indo sempre a bebé. De Leopolville para Matadi viemos de comboio, uma viagem muito maçadora mas sempre bem disposta e muito risonha. Chegámos dia 4 de Novembro. (...)


Quem era a mãe que hoje em dia se metia numa aventura destas? :D

6 comentários:

Sofia Quintela disse...

uau... isto é mesmo uma reliquia e tantas viagens em tão pouco tempo... e quem é a bebé de 2 meses?
E também não percebi outra coisa embarcaram em Lourenço Marques, mas para chegarem a Portugal num só dia não podia ser em Moçambique... right?
Desculpa a invasão mas é que estou a gostar de seguir esta história lol.

Supertatas disse...

lourenço marques era o nome do navio!! eheh
a bebé é a minha tia, que a minha mãe já nasceu lá no congo uns anos depois : )

Lau disse...

Já sei a quem é que tu sais :D
Tens mesmo uma relíquia em mãos, guarda-a bem.

Mãe da Tiz disse...

Eu não era de certeza ;)
Histórias lindas para passar de geração em geração!

Beijo***

rita disse...

Muito mais giro q um babyblog :)
Bjs

Anónimo disse...

e sempre com o cabelo arranjado! As nossas mães eram fantásticas :)
beijinhos, a_tagide