terça-feira, 22 de abril de 2008

O meu filho está um trolha

O M. está a passar por uma fase complicada e muito exigente da nossa parte. Bem sei que estava mal habituada, porque sempre foi um bebé muito calmo e agora a diferença é abismal.

A sua nova conquista, andar pela casa toda agarrado ao que encontra, deixa-o contente e excitado e qualquer tentativa nossa de restringir os seus movimentos, por ex. mudar-lhe a fralda, torna-se uma verdadeira batalha campal. Nestas ocasiões, chego a ficar com ele pendurado pelos tornozelos, em prancha, tal é a gritaria e os movimentos bruscos que faz para nos impedir de o manter sossegado. É ver voar toalhitas e fraldas, ver uma mãe com ar de maluquinha, despenteada e a tentar não elevar o tom de voz. Ainda assim, quando a coisa se torna muito radical, falo-lhe alto, chamo-o pelo nome, com a voz mais assertiva que consigo.
A palavra "não" ainda não faz grande sentido para ele. Ou melhor, faz mas ele não liga. Aos meus repetidos "não!", pega nos cabos da playstation e atira-a para o chão. Aliás, qualquer cabo eléctrico é para ele motivo de grande festa.

Se lhe dou uns legos ou qualquer outro brinquedo, o máximo que o entretém é 10 segundos, partindo logo a seguir para a aventura de explorar (de pé) todas as divisões da casa.

O banho, outrora momento de brincadeira e acalmia, é agora uma luta greco-romana porque ele põe-se de pé na banheira.

Ainda assim, come muito bem e mantém-se calmo na cadeirinha enquanto lhe dou de comer. Está um relógio e no máximo à meia-noite meia acorda para o biberon de 250 ml.
Já inventei várias teorias para esta fase de excitação e acho que qualquer delas faz sentido:

- A excitação decorre do facto de já se conseguir mover de forma autónoma;

- A excitação/irritação tem a ver com os dentes que estão a nascer;

- Tem fome ou anda insatisfeito com a comida. Ainda só lhe dou sopa passada e fruta. Quando tento dar massinhas ou algo mais consistente, cospe.
Em compensação ri-se muito, cada vez mais e palra. Quer acender todos os interruptores porque já percebeu que dão luz.

E pronto. É este o balanço dos 12 meses. Ainda hei-de filmar o momento de mudança de fralda para que percebam do que estou a falar.



15 comentários:

Pimpinelas disse...

Agora começam os "problemas" :)

Pedro disse...

Com um ano ainda não come sólidos?! Tens que dar carne a essa criança! Peixe, massa, arroz.

Ele tem que cuspir, cospe porque ainda não sabe comer, mas tem que aprender e não aprende se não lhe deres. Olha para aquilo, já tem dentes e tudo... isso não é decorativo, é para comer :-)

Sara disse...

Ele come carne e peixe, só que é tudo passado. Os dentes, são só mesmo esses dois que aparecem aí.
Mas sim, tenho de o habituar aos poucos.

BE disse...

dá-lhe músicas neuróticas a ouvir, talvez acalme :D

Mãe da Tiz disse...

Como eu te compreendo... embora a Tiz não ande pela casa ainda, tb anda terrível para mudar a fralda e outras situações que exijam estar queita! Comer tem sido uma luta, deita-me as mãos à colher, à taça, suja tudo e todas à volta... mas o que é que se vai fazer?!?!?!
Acho que é mesmo assim!


Beijocas calmas ;)

Kátia e Fábio disse...

Não precisas filmar, já tenho esse filme, lol
O das fraldas, o dos banhos, o do cuspir a comida, o de andar a correr a casa toda!!
ACHO QUE VAMOS FICAR VELHAS!!!
beijos

Claudia_peixinha disse...

Bom n tenho conselhos a dar nem nenhuma varinha do condão.
Digo-te só ...na medida do possivel n stresses e tentar levar nas calmas,pq depois ele fica mais excitado/nervoso e então ...o resultado pode piorar,

Doses extras de paciencia...dizem que são fases...que fazer!?

BJs.

Sofia Quintela disse...

Por mim não precisas filmar porque tenho cá um igual em casa... lol, é preciso muita pacienci, muita!!!!! e tentar distrai-los o mais possivel com alguma coisa na hora da muda da fralda e no banho também lhe dou uns brinquedos propiros que o distraem, porqeu se nao tiver os brinquedos chapinha tanto que a me molha a mim todinha e inunda a casa de banho, ainda nao se tentou por em pé na banheira, graças a Deus... lol

Muita paciencia!!!

Manhã de Inverno disse...

Pois, ia dizer-te o mesmo, cá em casa tenho um parecido. Agora no banho também só quer ficar de pé, e para mudar a fralda também tenho de inventar mil coisas para o distrair. É de facto preciso ter uma paciência de santo.

Na questão das comidas, acho que não te deves preocupar muito, vai com calma e aos poucos. Cada bebé tem o seu ritmo. Mesmo que ele cuspa volta a dar-lhe outra vez até que se vá habituando. É o que eu faço ao pinguim e já está muito melhor. Mas tudo sem stress. Não vale a pena. Eu antes ralhava com ele quando cuspia, ainda fazia pior. Agora deixei de ralhar e ele até já se esqueceu de cuspir. Acho que era mesmo a desfiar-me.

Manhã de Inverno disse...

Não era a desfiar-me, claro, mas sim a desafiar-me :)

Supertatas disse...

oh, são fases -3 -3 -3

pekala disse...

olha o meu anda assim desde os 9 meses e ainda não parou.Tem agora 20 meses....é macho,podemos sempre pôr a culpa no excesso de testoterona lol,é demais,às vezes fico rouca de tanto gritar,outras vezes rio-me na cara dele e desmancho-o em cócegas,é por onde me ´da.enfim,eles não vão ser sempre assim....pois não????

mamã Xana disse...

Talvez não seja muito animador, mas também te vou dizer que é uma fase... a excitação por agora se conseguir deslocar sozinho é demasiado grande.

E depois tem tudo a ver com os miúdos, há os sossegados e depois há os outros como os nossos que gostam mesmo é do movimento. :)

ritaR disse...

sara, os teus posts são muito pedagógicos. quando me parece que o sebastião está muito exigente lembro-me deles, posts, e digo "rita, relaxa, que o difícil, difícil ainda não começou!"
ao mesmo tempo transpareces calma.. ou estás a contar até 20 para dentro? :-)

Mãe do Miguel Afonso disse...

Como te compreendo. Identifico-me com tudo a 100%

Bjs,
Ana

PS: São o melhor que nós temos na vida mas põem-nos resmas de rugas e cabelos brancos