terça-feira, 9 de janeiro de 2007

Olhar não paga impostos

Photobucket - Video and Image Hosting
Agora que já estou na figura que a fotografia ilustra, com vários kilos a mais e necessidade de andar mais a pé, deixei o carro estacionado (até porque a barriga já toca no volante) e passei a fazer o percurso de casa ao trabalho de autocarro e a pé.
Moro ao pé do Bairro Alto e trabalho perto do Lux pelo que, tenho de apanhar dois autocarros, sendo que um deles normalmente segue para Chelas.
Hoje de manhã, ouvindo Strokes no meu iPod, entrei no dito 759 (apinhado de gente) e segurei-me a um poste, porque o percurso não é assim tão longo e desde que esteja agarrada, não corro o risco de caír.
Desde logo gerou-se uma discussão que eu só percebi que era por minha causa porque me apontavam para a barriga. Tirei os auscultadores e ouvi:
Senhora 1 (de pé) - Não vê que ela 'tá grávida?? Já não há respeito!!
Senhora 2 (sentada num lugar normal) - Eu não 'tou num lugar de grávida, mas vou-me levantar para lhe dar o lugar! Mas não devia ser eu!
Senhora 3 (com ar de toxicodependente e sentada no lugar que as senhoras 1 e 2 consideravam ser para mim) - Mas alguém lhes encomendou o sermão ?? Olhágora! 'Tá a olhar para onde ??(dirigindo-se à Senhora 1)
Senhora 1- Não posso olhar é ??? Também pago imposto por olhar!!!??
Com toda esta gritaria, sentei-me 10 segundos, porque me senti obrigada a isso.
Que saudades do sossego do meu carro...

3 comentários:

supertatas disse...

no outro dia estava eu e o hugo no supermercado, na fila prioritária que estava apinhada de gente não grávida e sem crianças ao colo etc, calmamente conversando e aguardando a nossa vez qd a senhora à nossa frente tb se empenhou numa luta destas com os senhores da frente da fila, e lá passamos, meio envergonhados :$

Sonia disse...

ehehehehe
onde é que já ouvi coisa idêntica ehehe
O melhor mesmo é levar o Ipod e não olhar em volta :P

Patrice disse...

Andar a pé às 22 semanas? hmmm hmm...
não me parece nada bem