terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Para novos problemas, novas estratégias

Obrigada a todos os que comentaram o post anterior.
Vasco: o Camané de facto já não resulta. Vou experimentar o Alfredo Marceneiro.
Hoje brincou até às dez. Peguei nele, disse-lhe que ia dormir na sua cama e que eu lhe ia contar uma história. Deitei-o e levantou-se a chorar. Disse-lhe que ia ficar ali ao pé dele a ler um conto. Choramingou inicialmente, deitei-o de novo e continuei a ler a história enquanto lhe fazia festas no cabelo. Passado 10 minutos adormeceu. Tranquilo.
Estou contente porque não o deixei a chorar, porque estivemos os dois calmos, eu a ler e ele a ouvir, mesmo não percebendo nada do que lhe dizia, esmerei-me na entoação.
Hoje funcionou, amanhã vamos ver.
Para quem está a passar pelo mesmo problema, experimentem.

4 comentários:

Sofia,Pedro e Joana disse...

Olá Sara, é uma boa estratégia, sim, eu também não sou adepta de choros desenfreados na tarefa de adormecer sozinho...
Feliz 2009!
Mil beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Mar disse...

Eu já experimentei mas não resultou. Ela levanta-se, quer pegar no livro, ver ela própria o livro, jogá-lo para o chão para o poder ir apanhar,...e quando o sono aperta começa a chorar e só o colo a sossega...

Espero que contigo seja essa a sollução...

Bjs e boas entradas.

Gaivota disse...

Às vezes também conto uma historinha, mas a maior parte das vezes é com canções e miminhos.

Ainda bem que encontraste uma solução.

Patrice disse...

Sara,
Desculpa não ter acompanhado atempadamente este teu problema mas acredito que sabes que isto não andou a funcionar muito bem.

Espero que esse método resulte porque toda a ansiedade que sentes com a situação é passada para ele.

Como diz uma tia minha, o nosso estado de alma fica espelhado nos nossos filhos.

Um beijo grande e um Ano Novo cheio de boas recordações.

P&S