domingo, 14 de março de 2010

Queridos leitores

Preciso de dicas para o desfralde.
Escusam de vir com a conversa habitual do "ah, tens de dar tempo ao tempo" ou "dar atenção aos sinais dele".
O miudo sabe o nome das estátuas por essa Lisboa fora, do Pedro Álvares Cabral ao Almeida Garret, sabe desenhar baleias melhor do que eu, canta músicas da Janis Joplin e dos Boney M. (enfim, sem comentários) então, porque é que ainda não me consegue dizer "quero fazer cocó"?
Sempre que o ponho na sanita (e na escola já vai 4 ou 5 vezes por dia) faz xixi, mas se lhe tiro a fralda e lhe visto umas cuecas, aguenta meia hora e depois diz "Oh! Estou todo molhado"!

Já vai fazer 3 anos em Abril e quando mudar de escola já tem de ir sem fralda, daí a minha preocupação.

Vá, venham de lá essas dicas milagrosas.

14 comentários:

Barriguita disse...

por cá, foi assim:

tiramos primeiro de dia, e definitivamente. no infantário ajudaram. fomos dizendo que as fraldas era coisa de bebés e etc. a 1ª semana foi xixi/cocós quase todos os dias... terrível.

depois lá começou a atinar. com perguntas de "queres fazer xixi?" de 30 em 30 minutos. entretanto,cerca de semana e meia depois de controlar durante o dia, a fralda da noite começou a estar seca pela amnhã, e tirei-lha definitivamente. correu bem, até hoje, conto cerca de 5 episódios infelizes.

é uma altura complicada. prepara-te para ter muitas mudas de roupa e a esfregona e o balde sempre a postos.

Pedro Couto e Santos disse...

Olha connosco foi... ele que tratou de quase tudo. Começou a ir e pronto. Ainda lhe mantivemos a fralda nocturna uns tempos, mas estava sempre seca até que desistimos.

Até agora fez na cama 2 vezes apenas, mas recentemente começou a ter uns acidentes em que não chega ao bacio a tempo, mas acho que é porque está convencido que aguenta mais do que na verdade aguenta.


Já experimentaste convidá-lo a ir contigo?

Ou seja, quando tu vais fazer xixi, ele vai também, com o bacio na casa de banho e tal... Tornar-se uma rotina que ele percebe que tu também tens (de manhã e à noite, pelo menos).

Mafalda disse...

Nós seguimos a técnica radical: a partir do dia em que iniciamos o desfralde acabaram-se as fraldas sem ser para dormir. É claro que se tem de ter paciência (e uma esfregona e muitas mudas de roupa) mas acho que a coisa de só usar cuecas de vez em quando os confunde. Se se sentirem molhados e sujos vão percebendo a causa-efeito.
Também se pode tentar o incentivo com uma recompensa pelas idas à sanita: há uns livrinhos próprios com autocolantes e tal. Ah, e eles irem-nos connosco à casa de banho também ajuda para irem percebendo a mecânica da coisa.
Boa sorte

Melissinha disse...

Ainda não cheguei lá mas estou atenta. E na torcida!

Luisa disse...

Com o Martim segui o mesmo esquema da Mafalda. Ao fim de uma semana acabaram os desastres com xixi. O cocó foi mais problemático porque ele ficava à espera da fralda da noite para fazer e muito de vez em quando lá fazia nas cuecas.
A fralda da noite foi retirada após negociação uns tempos mais tarde. Duas semanas de noites secas deram como recompensa um brinquedo. E a partir daí foram raros os problemas.

Boa sorte

pekala disse...

Com o Carlos o cócó foi rapidamente controlado e bastante cedo,mesmo antes de lhe fazer o desfralde,habituou-se na escola e depois pedia sempre,nunca tivémos nenhum acidente desse ipo(menos mal),com os xixis é que foram elas...ajuda ser o pai a levá-lo ao wc e ensiná-lo pelo exemplo,fazer corridas pra ver quem chega primeiro,e ter muita paciência,no início temos que lembrá-los constantemente porque eles ainda não têem noção e qnd se lembram já as cuecas estão molhadas.pachorra,muita pachorra....
em relação ao desfralde nocturno por aqui ainda vai demorar,acorda sempre com a fralda ensopada mas antes dos 4 anos ñem me me vou preocupar...é como a sesta,há meses e meses que não usa fralda na escola e no entanto em casa,talvez por dormir mais tempo e descontrair mais ainda não prescindimos dela.lá chegaremos sem pressões e sem stress.cada puto o seu ritmo!

Joana disse...

Não sei se consigo ser util, mas aqui vai: aconselharam-me a quando tirar a fralda pôr logo as cuecas e não voltar a pôr fralda outra vez (eu não cumpri, mas o desfralde da R. foi mto facil).
Levar ao penico em horas marcadas, tipo de manhã, antes de sair de casa, mal se chega a casa, antes do jantar, etc.
Espero que ajude! e lembra-te sempre, aos 18 anos ele já não vai andar de fralda! (e o q eu tento pensar quando estas coisas me preocupam!)
Bjs

Anónimo disse...

Por aqui foi fácil...assim q começaram na escola em casa seguimos o mesmo caminho. Comprámos cuecas com a bonecada que ele gosta, a história q as fraldas é para bébés e a verdade é que o rapaz se adaptou mto bem mesmo! Nada de bacio, directamente para a sanita com redutor.As noites naturalmente deixou de fazer. Por acaso foi mesmo mto pacífico.

Crente disse...

Bem, já não venho a tempo de acrescentar algo de novo. É mesmo aguentar as xixizadas uns tempos, s cocós nas cuecas mais ainda. Mas depois chega um dia, de repente, que ele se vira para ti e te pede naturalmente, como se fosse algo que faz desde sempre. Muita paciência, perguntar de meia em meia hora, leva-lo à sanita de hora em hora, como quem não quer a coisa. Eles acabam por fazer mesmo que digam que não querem..
Paciência, muita! :)

Pátuá disse...

Eu tenho o mesmo problema que tu, o meu pequeno está muito preguiçoso,em Outubro já faz 3 anos!!No infantário põem-no no bacio desde Setembro do ano passado, aqui por casa, ao fim-de-semana fazemos o mesmo, durante o dia, mas ele não faz nada.Por vezes fazemos mil malabarismos sem resultado e desesperamos com o sacana do rapaz. Agora chegando o tempo bom vai ter de ser radical, durante o dia não há fraldas.
Espero que resulte.
Boa sorte para ti e se descobrires alguma técnica infalível vem cá postar:)

disse...

O teu filho é da idade do meu, e pelos vistos em termos de perspicácia tb é igual, o meu sabe as letras todas do alfabeto, reconhece montes de palavras escritas, sabe os numeros e por aí fora e tb não pedia, e eu dei-lhe mesmo o tal tempo, cada criança tem o seu tempo, não adianta forçar, na altura em que forcei porque tb achava que ele tinha espertza suficiente para controlar foi um desastre, então voltei a por-lhe as fraldas, deixei passar um tempo e votei à carga sem stress, vestia-lhe as cuequinhas em casa, andava so de cuequinhas e eu de 5 em 5 minutos perguntava-lhe se queria fazer xixi, os primeiros dias fez quase tudo pelas pernas abaixo, mas quando havia uma vez que o nao fazia era uma vitoria, e quando dei por mim estava a ir sozinho a sanita, nunca pediu nada, em duas semanas arrumamos o assunto.
Tens que andar tu sempre em cima dele a pergunatar e a leva-lo a sanita quando vires que nao faz ha muito tempo, rapidamente se habitua

Anónimo disse...

É oq ue dá ter pais cromos: preferem que os putos cantem Boney M e saibam nomes de estátuas a saber pedir para defecar :´D
És patética...

Anónimo disse...

Achei graça por dar com este blog, que saudade!
Dica de avó: a partir dos seis meses (no máximo), quando a criança já fica bem sentada, logo após o pequeno almoço, sentar a criança no bacio (pode ser no sofá entre duas almofadas)e estar com ela até defecar - ela naturalmente o faz e cria o hábito das horas certas e de não gostar de o sentir na fralda.
É tiro e queda. Dois filhos, outros tantos netos de cada um, sempre funciona!
Um abraço a todas, a todos, criança precisa de companhia, conversa e calma.
Felicidades!

prozac and atrial septal defects disse...

Now thats a tricky situation.