terça-feira, 19 de agosto de 2008

Sobre os terrores nocturnos leio que

em português
(...) são uma alteração do sono frequente em crianças geralmente nas primeiras horas de sono (...) uma ou duas horas depois de ter adormecido, com um grito de pânico a que se segue um período em que manifesta grande ansiedade, com o olhar fixo, sudação, respiração rápida, aceleração dos batimentos cardíacos e movimentos descoordenados. A agitação dura alguns minutos e não cede às tentativas de conforto por parte dos pais - xiiiiiiiiii, eu corro, com o coração carregado de angústias, aos saltos e muito perto da boca, para o acudir com os abracinhus mais superlativamente amorosos que ostento e só levo empurrões e o diabo a sete, credo! - (...) Quando o episódio termina, a criança volta a adormecer e não se recorda do que se passou, quer seja acordada a seguir, quer na manhã seguinte. (...) aparecem por volta dos quatro anos e podem manter-se até aos doze anos, mas com uma redução gradual do número de episódios (...)
em inglês
(...) As many as 15 percent of children have night terrors at some point, typically beginning in the toddler years and continuing up to age 7 or even adolescence. An episode can last anywhere from two to 40 minutes, and when it's over your child falls back to sleep abruptly with no memory of the incident (...)

Concluo então que este Minúsculo ou é inglês ou já fez 4 anos sem eu dar por isso.
Ou devo culpar os dentes?  Esses patifes! ; )

É que também os culpo pela falta de apetite dos últimos dias, birras, mimos, ranhocas, assaduras, febrículas etc. 
Que eles têm costas largas e hoje já vi mais dois molares e um canino de fora, pfff

6 comentários:

Manhã de Inverno disse...

Devem ser sonhos. O Pinguinito também os tem, e conheço outras crianças da idades deles que também acordam assim.

E é mesmo pouco depois de ter adormecido, tal e qual, a parte de só começarem aos 4 anos é que não bate certo, hehe!

ritaR disse...

o sebastião já teve 2 episódios desses, desde que nasceu. ficámos com o coração apertado..

Patrice disse...

Eu acho q ele é um bife de 4 anos mas tb acho q grita DERIVADO à mãe q tem ahahahahahaha ;o)

Sónia e MI disse...

A Mi teve umas situações identicas á descrição pelos 15 meses... acho que os miudos agora desenvolvem mais depressa :P estão mto á frente!

Sonia,Filipe e Guilherme disse...

Realmente há coisas que não dá para perceber.
O Guilherme já fez isso mas foram poucas as noites. Uma pessoa acorda tão sobressaltada.
Deitava-o na nossa cama e ele nem abria os olhos. Começava a dar-lhe beijinhos e a falar com ele e passava. Mas era angustiante.
Felizmente não tem acontecido novamente.
Mil beijinhos

Quicas disse...

Acabei de chegar de férias, e passei para ver as novidades e deixar uma beijoca para vocês...

E o bebé da Pimpinela...já nasceu??

bjocas