quinta-feira, 17 de julho de 2008

Consulta dos 15 meses e semana das nódoas negras

Hoje o M. foi à consulta dos 15 meses. Apesar de gordo e anafado, os enfadonhos percentis continuam a dizer que ele está no percentil 25 de peso (está com 10 kg) e com altura de 76 cm (nem sei em que percentil isto se situa). O médico diz que até aos 18 meses não se vai preocupar com a baixa estatura. Depois, logo se vê.
Decidi antecipar a consulta porque o M. andava rabujento, com febrículas, nariz entupido e tosse. Resultado : nova otite, desta vez no ouvido esquerdo. Tratamento: outro antibiótico e vai passar a ser seguido por um Otorrino (porque este Pediatra, ao contrário da anterior não diz "de ouvidos e gargantas de bebés percebo eu !!"). A razão do seguimento por um otorrino, disse-me ele, é que não é sistema o miúdo andar doente de 15 em 15 dias e a levar com antibióticos a torto e a direito. Desta vez mostrou-me a otite, com aquele aparelhinho que eles usam e de facto o cenário não era animador.
De resto, tudo bem: já anda sem apoio, idealmente descalço, pode comer de tudo menos marisco e carne de porco. Atenção também aos caracóis que muitos pais gostam de dar a crianças de ano e meio e depois lhe ligam a dizer "o meu filho não pára de vomitar". Enfim...
Esta semana até tenho medo de andar com o M. na rua. Depois de uma queda estúpida na segunda-feira (estava sentado e a querer por-se de gatas, enrolou-se todo e bateu com a testa no cimento), hoje, ao pôr-se de pé, escorregou e bateu com a cara em dois legos. Está com a cara num bolo, parece uma criança vítima de maus tratos e até me custa olhar para ele, cheio de nódoas negras.

4 comentários:

Gi disse...

as melhoras, Sara. imagino que não seja nada fácil. eu não tenho filhos mas tenho acompanhado e perto o crescimentos dos meus priminhos e custa muito quando estão doentes, nem parecem os mesmos... mas no caso do teu bébé a batalha tem sido dura... eu já leio o vosso blog há muito tempo e ele tem tido azar na saúde, mas com uma mãe dedicada como tu com certeza que irá superar tudo isso. as melhoras para o M. beijinho

Mamã Pirata disse...

Òh céus!

As quedas são uma fonte de preocupações e sendo na cabeça ainda mais,espero que passe rápido e a ótite tb.

Tem crianças que é assim ,andam sempre a tomar antibiótico e doentes.Conheço quem só aos 2 anos abrandou das bronquiolites.Mas claro vai ao otorrino ver que se passa.N se pode cruzar os braços.

bjs pra ele e as melhoras.

Mãe da Tiz disse...

A Tiz tb tem uma no joelho e outra na testa... é resultado da energia deles ;)
As melhoras dos ouvidinhos!

beijos***

Belita disse...

O meu filho andou contantemente doente até aos 18/20 meses, foram meses de tortura para ele e para nós, mas felizmente começou a melhorar progressivamente! O que a pediatra dele costuma dizer para as otites é que elas derivam de dias e dias de ranho que não desaparece e acaba por provocar otites, o segredo é manter-lhes o nariz o mais seco possível, água do mar, neo-sinefrina, aspirações, mas é lógico que não se conseguem evitar todas as infecções!
As quedas são perfeitamente normais nesta fase de aprendizagem é lógico que custa muito vê-los assim, todos pisados...
As melhoras para ele.

bJS